Trabalho imaterial maurizio lazzarato

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO IMATERIAL

Maurizio Lazzarato


(traduzido do inglês por A. Rauta Ramos,
M. José Barbosa e M. H. Rauta Ramos)


Existe, na atualidade, uma grande quantidade de pesquisas empíricas sobre as novas formas de organização do trabalho. Estas, combinadas a uma correspondente e rica reflexão teórica, têm possibilitado identificar uma nova concepção do que étrabalho, nos dias de hoje, e que novas relações de poder ele implica.
Uma síntese inicial destes resultados – estruturados nos termos de uma tentativa de definir uma composição técnica e político-subjetiva da classe trabalhadora – pode ser expresso no conceito de trabalho imaterial, no qual trabalho imaterial é definido como o trabalho que produz o conteúdo informacional e cultural damercadoria. O conceito de trabalho imaterial se refere a dois aspectos diferentes de trabalho:
de um lado, uma atenção ao “conteúdo informacional” da mercadoria, isso se refere diretamente às mudanças que toma lugar no processo de trabalho de trabalhadores de grandes companhias industriais e setores terciários, no qual, as habilidades envolvidas no trabalho direto são, de modo crescente, habilidadesenvolvendo cibernética e controle computacional (e comunicação horizontal e vertical);
de outro lado, numa atenção para a atividade que produz o “conteúdo cultural” da mercadoria, estas envolvem uma série de atividades que são, não normalmente, reconhecidas como “trabalho” – em outras palavras, o tipo de atividades envolvidas na definição e fixação de padrões culturais e artísticos, modas,preferências, normas de consumo, e, mais estrategicamente, opinião pública.
No primeiro momento, o domínio privilegiado da burguesia e seus filhos, estas atividades a partir do final da década de 70, seguido pelo domínio do que definimos como “massa intelectualizada”. As profundas mudanças nestes setores estratégicos têm modificado radicalmente não somente a composição, gerência e regulação da força detrabalho – a organização da produção –, mas também, e mais profundamente, o papel e função de intelectuais e suas atividades na sociedade.
A “grande transformação”, que começou no início dos anos 70, foi alterada em muitos termos nos quais a questão é colocada. Trabalho manual vem progressivamente envolvendo procedimentos que podemos definir como “intelectual”, e as novas tecnologias decomunicação, gradativamente, exigem subjetividades sejam ricas em conhecimento. Não é simplesmente que o trabalho intelectual se tornou subjetivado nas normas capitalistas de produção. O que aconteceu é que uma nova “massa intelectualizada” vem sendo gerada, criada fora de uma combinação de demandas da produção capitalista e as formas de “sua valorização”, produzidas pela própria luta contra otrabalho. A velha dicotomia entre “trabalho manual e mental” ou entre “trabalho material e imaterial” corre o risco de não dar conta da nova natureza da atividade produtiva, que leva esta separação ao limite e a transforma. Esta divisão entre concepção e execução, entre trabalho e criatividade, entre autor e audiência é, simultaneamente, transcendida no “processo de trabalho” e re-estabelecida comocomando político no “processo de valorização”.

O trabalho reestruturado



Vinte anos de reestruturação das grandes fábricas têm conduzido a um curioso paradoxo. Os diferentes modelos pós-fordistas têm sido construídos igualmente contra o trabalho pós-fordista e o reconhecimento da centralidade do trabalho vivo (cada vez mais intelectualizado) na produção. Nos dias de hoje, emgrandes companhias reestruturadas, um trabalho de trabalhadores, de modo crescente, envolve, em vários níveis, uma habilidade a ser escolhida entre diferentes alternativas e, desse modo, um grau de responsabilidade em face das decisões tomadas. O conceito de “interface”, usado por sociólogos da comunicação, fornece uma clara definição das atividades e tipos de trabalhador – como uma interface entre...
tracking img