Trabalho escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5990 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Seconds Chances
* By me.

Lexie Carson– 17 anos, 25 anos.
Crager Carson – 32 anos, 40 anos.
Elizabeth Carson – 33 anos, 41 anos.
Henry Fox – 26 anos, 34 anos.
Justin Fox – 20 anos, 28 anos.
Maggie Smith (Parte 2) – 25anos.

Prólogo – Um grande erro.

Sometimes, We make mistakes, Mistakes that so many time,
we cannot fix.

Lexie se controlava para não chorar. Sabia que talveztivesse exagerado, mas Henry também não precisava ter feito o que fez. Se estava tão cansado do “amor” que ela dizia sentir por ele, que a tivesse chamado para uma conversa particular e mandasse que ela parasse de viver correndo atrás dele. Lexie era uma comum menina do interior do Texas, morava na cidade de Trackville, desde que tinha 10 anos, foi quando seu pai e sua mãe Beth se mudaram paratrabalhar na grande fazenda de Henry. O seu pai, Crager era o Capataz, e sua mãe trabalhava como cozinheira. Desde os seus 15 anos ela dedicava uma grande paixão por Henry que parecia simplesmente ignorar, porém, na festa que estava dando em sua casa deixou bem claro pra ela e pra quem mais tivesse ouvidos no estado do Texas que estava cheio dessa paixão.
Tudo começou quando a mãe pediu para queela ajudasse a servir as bebidas na festa. Ela sem querer tropeçou nos próprios pés e derrubou um drink no vestido da mulher que estava acompanhando Henry, ele claro decidiu sem nem sequer perguntar o que aconteceu e a culpou de ter derrubado a bebida de propósito em Allison Sparks. Ela ainda tentou falar o que tinha acontecido, mas ele não acreditou.
- Querida, vamos para casa, venha. – A mãe deLexie sussurrou em seu ouvido.
A menina apenas assentiu. E deixou que sua mãe a guiasse, enquanto via o olhar de pena das outras pessoas. Assim que chegou em casa desabou, chorando, enquanto a mãe e o pai a consolavam.
- Querida, eu acho que... Eu andei pensando e talvez fosse bom você ir morar com a sua tia, em Los Angeles – Beth falou.
- O que?
- Eu e seu pai vínhamos conversando há algunsdias, e bem. Só faltam um ano para você concluir o ensino médio, e bem logo depois vem a faculdade, e como você quer fazer, lá seria uma boa opção. Eu estava com um pé atrás, mas vai ser melhor, se você ficar aqui, eu sinto tanto querida.
- Não sinta mamãe.
- Sua mãe está certa Lexie, amanhã ligarei para sua tia para avisar que você vai pegar um avião amanhã mesmo. Ligarei para o aeroporto eperguntarei qual é a hora do voo, amanhã durante o dia você arruma suas coisas, e logo depois você parte.
- Pai – A menina chorou abraçada a ele – Não sei se quero ficar longe de vocês!
- Nós vamos nos ver sempre, ok? Eu e sua mãe vamos lá sempre que pudermos, e além do mais, tem o telefone e também podemos escrever.
- Ok, mas só vou concordar porque eu não quero ficar aqui mais, não acredito queele fez isso.
- É o melhor querida – Beth falou se unindo ao abraço, que se tornava em um abraço triplo agora. - Agora vá dormir, amanhã terá muita coisa pra fazer e eu não vou poder lhe ajudar em tudo, ainda tenho que trabalhar.
- Certo. Boa noite, eu amo vocês.
- Nós também te amamos querida.
~~
No dia seguinte, Crager levantou cedo e foitrabalhar, ao entrar no estábulo para pegar o seu cavalo, lá estava seu Chefe.
- Bom dia – murmurou, com um humor não muito bom. Sabia que a paixão que a filha sentia por ele estava começando a ir longe demais, mas ele devia ter maneirado, ela era apenas uma menina de 17 anos, e bem ele já tinha 26.
- Bom dia – Henry deu uma pequena pausa, enquanto analisava o capataz. Queria demitir ele para que afilha dele fosse embora da fazenda, mas ele fora o melhor capataz que a fazenda já tivera – Eu quero que sua filha fique longe de mim, ela já causou problemas demais.
- Não terá que se preocupar Sr. Fox, me encarregarei de mantê-la longe de você.
- Ótimo.
- Ótimo, agora me dê licença, preciso trabalhar.
- Certo.
Lexie, arrumava suas coisas quando viu Henry sair do estábulo, e logo depois seu...
tracking img