Trabalho em equipe no mppe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO - UPE
FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE PERNAMBUCO - FCAP
Coordenadoria de Pós Graduação
Curso: MBA – Especialista em Gestão do Ministério Público
















PROJETO DE INTERVENÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO: Condicionantes Atitudinais do Trabalho Cooperativo..




Alunos: Raissa Bezerra Monteiro e Josenilson Barboza da Costa.








Recife, novembro de 2007.

SUMÁRIO

1. Introdução 04

2. Do Concurso Público de 1996 até a presente data 05

3. Cultura Organizacional E Clima Organizacional 06

4. Justificativa 08

5. Objetivo Geral 096. Objetivo Específico 10

7. Universo da Pesquisa 10

8. Hipótese 10

9. Foco da Pesquisa 09

10. Metodologia 11

11. Referencial Teórico 11





11.1. Trabalho em Grupo x Trabalho em Equipe: Conceitos 11



11.2 A organização que aprende 15


11.2.1 Conceito 15


11.2.2 As Leis daAprendizagem 18


11.2.3 Aprendendo em equipe 20


11.2.4 Diálogo e discussão 22


11.2.5 Rotinas defensivas e Conflitos 25





11.3. Tipos de equipes 26






11.4. Características de equipes eficazes 27






11.5. Sinais de problemas 28






11.6. Barreiras mais comuns ao desenvolvimentoda equipe 29






11.7. Resultados do trabalho em equipe 30





12. Estudo do Programa Trabalho em Equipe da Empresa Gerdau 32






12.1 Breve Histórico da Empresa 32



12.2 Entrevista estruturada com a Analista de RH da Gerdau 33

13. Pressupostos Para Implantação De Um Programa De Desenvolvimento De Equipes

33

13.1 Razõespara o desenvolvimento de equipes 34


13.2 Estruturação básica do projeto 34


13.3 Objetivos básicos do Programa de Desenvolvimento de Equipes 35


13.4 Metodologia 35

14. Considerações Finais 36

15. Referências 37









1. INTRODUÇÃO

O Ministério Público é uma Instituição nova, passados 19 anos desde o advento daConstituição de 1988, que definiu suas prerrogativas e atribuições nos arts. 127, 128 e 129. Os Ministérios Públicos por todo o país vêm, por meio de atuações contundentes no campo social, obtendo reconhecimento e credibilidade por parte da sociedade brasileira, tornando-se, segundo o que consta na apresentação do livro - Realizações do Ministério Público de Pernambuco: 2003-2006, “a quartainstituição com maior credibilidade do País, atrás apenas da Igreja, das Forças Armadas e da Imprensa”.


Entretanto, nos parece ainda tímida, senão pouco efetiva a interveniência do Ministério Público em questões verdadeiramente relevantes para a massa de cidadãos de um país que ainda peca pelas desigualdades sócio-econômicas e de investimentos pífios na educação, saúde e habitação, e queconta ainda com a interferência desastrosa de políticos corruptos que desviam recursos públicos destinados às áreas retrocitadas e, mesmo processados judicialmente, não devolvem ao erário público o dinheiro apropriado indevidamente.


O Ministério Público nesse cenário aparece, “perigosamente”, como uma instituição capaz de salvaguardar a sociedade, carente em todos os aspectos básicos denecessidades humanas, de todos os males que a aflige. No entanto, por ter sua dotação orçamentária, ainda, atrelada ao repasse do Poder Executivo dos Estados Membros, sofre com a falta de recursos para aparelhar adequadamente a instituição, seja no aspecto financeiro, material ou humano.


Em recente palestra, Dr. Antonio Herman Benjamin, Ministro do Superior Tribunal de Justiça,...
tracking img