Trabalho do idoso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1496 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL
SÔNIA MARIA MOREIRA

ECONOMIA POLITICA

Itapuranga
2010
SÔNIA MARIA MOREIRA

ECONOMIA POLÍTICA

Trabalho apresentado ao Curso ( SERVIÇO SOCIAL) da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina [ECONOMIAPOLITICA].

Professor:WILSON SALVALAGIO

ITAPURANGA

2010

ECONOMIA POLÍTICA

Economia política foi um termo originalmente introduzido por Antonie de Montchrétien em 1615, e utilizado para o estudo das relações de produção, especialmente entre as três classes principais da sociedade capitalista ou burguesa: capitalistas,proletários e latifundiários. Em contraposição com as teorias do mercantilismo, e, posteriormente, da fisiocracia, nas quais o comércio e a terra, respectivamente, eram vistos como a origem de toda a riqueza, a economia política propôs (primeiro com Adam Smith) a teoria do valor-trabalho, segundo a qual o trabalho é a fonte real do valor. No final do século XIX, o termo economia política foipaulatinamente trocado pelo economia, usado por aqueles que buscavam abandonar a visão classista da sociedade, repensando-a pelo enfoque matemático, axiomático e valorizador dos estudos econômicos atuais e que concebiam o valor originado na utilidade que o bem gerava no indivíduo.
Atualmente o termo economia política é utilizado comumente para referir-se a estudos interdisciplinares que se apóiamna economia, sociologia, direito e ciências políticas para entender como as instituições e os contornos políticos influenciam a conduta dos mercados. Dentro da ciência política, o termo se refere principalmente às teorias liberais e marxistas, que estudam as relações entre a economia e o poder político dentro dos Estados. Economia política internacional é um ramo da economia que estuda como ocomércio, as finanças internacionais e as políticas estatais afetam o intercâmbio internacional e a política monetária e fiscal.
Economia é a ciência social que estuda a produção, distribuição e consumo de bens e serviços. O termo economia vem do gregooikos (casa) e nomos (costume ou lei)ou também gerir, administrar: daí "regras da casa" (lar) e "administraçao da casa"."
Uma dasdefinições que captura muito da ciência econômica moderna é a de Lio Robbins em um ensaio de 1932: "a ciência que estuda as formas de comportamento humano resultantes da relação existente entre as ilimitadas necessidades a satisfazer e os recursos que, embora escassos, se prestam a usos alternativos." Escassez significa que os recursos disponíveis são insuficientes para satisfazer todas asnecessidades e desejos. Estando ausentes a escassez dos recursos e a possibilidade de fazer usos alternativos desses recursos, não haverá problema econômico. A disciplina assim definida envolve portanto o estudo das escolhas uma vez que são afetadas por incentivos e recursos.
O homem possui necessidades naturais e individuais, mas é um ser que vive em grupo, em cooperação com seu semelhante parasatisfação das necessidades sociais. Para compreender como essa convivência grupal ocorre é que nasceu a economia política. Segundo essa disciplina, o objeto de estudo da economia diz respeito ao estudo dos fatos sociais em seu conjunto. Ou seja, a economia política é a ciência que estuda as relações sociais e trata das leis que regem a produção, circulação e consumo das mercadorias.
Nosprimórdios da civilização, o homem trabalhava para satisfazer suas necessidades imediatas. A produção era toda voltada para o auto consumo e para o mercado local, mas a partir do século XI sucedeu um aumento das relações de troca nos mercados locais e nas feiras. No Brasil colônia, essas relações eram observadas nos engenhos e nas fazendas (milho, arroz, feijão) ou nos núcleos de imigração...
tracking img