Trabalho dificuldade de leitura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA IZABEL DOS SANTOS

A Biodiversidade Amazônica



Boa Vista do Ramos-2012
DENILDO MEDEIROS DOS SANTOS













Boa Vista do Ramos-2012
ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA IZABEL DOS SANTOS









Atividade Pratica para obtenção de nota parcial da disciplina de geografia do professor: Arnaldo deOliveira Barros, da Escola Estadual Professora Maria Izabel dos Santos.







Boa Vista do Ramos-2012
A biodiversidade Amazônica:

ÁRVORE
Em nenhum lugar do mundo existem mais espécies de animais e de plantas do que na Amazônia, tanto em termos de espécies habitando a região como um todo (diversidade gama), como coexistindo em um mesmo ponto (diversidade alfa).Entretanto, apesar da Amazônia ser a região de maior biodiversidade do planeta, apenas uma fração dessa biodiversidade é conhecida. Portanto, além da necessidade de mais inventários biológicos, um considerável esforço de amostragem também é necessário para se identificar os padrões e os processos ecológicos e biogeográficos.
A riqueza da flora compreende aproximadamente 30.000espécies, cerca de 10% das plantas de todo o planeta. São cerca de 5.000 espécies de árvores (maiores que 15cm de diâmetro), enquanto na América do Norte existem cerca de 650 espécies de árvores. A diversidade de árvores varia entre 40 e 300 espécies diferentes por hectare, enquanto na América do Norte varia entre 4 a 25

NOVO ARBUSTO AMAZÔNICO
Em uma área de difícil acesso às margens doigarapé Infiry e do rio Mapuera, noroeste do Pará, foram colhidos em 1910 e depois em 1980 os frutos, os ramos e as folhas de uma árvore que parecia representar uma espécie nova. Esse material ficou envolvido por folhas de jornal em um dos armários do herbário do Museu Parãnse Emílio Goeldi à espera de quem o analisasse. Só em 2002 é que o próprio curador do herbário, o botânico Ricardo Secco, oidentificou. Ele tirou a poeira e descobriu que se tratava, sim, de uma nova espécie. ? a Croton faroensis, como foi chamada: um arbusto de 3 metros de altura, ramos cor de ferrugem dotados de pêlos curtos, com folhas com uma consistência semelhante à do papel e 5 a 12 centímetros de comprimento. Descrita por Secco na Revista Brasileira de Botânica, esse arbusto é encontrado em trechos da Amazôniacom vegetação baixa - as campinas ou campinaranas - e apresenta uma peculiaridade: é monóica, assim chamada por apresentar flores masculinas e femininas reunidas na mesma planta. "O fato de essa espécie ter sido coletada em 1910, recoletada 70 anos depois e só agora estar sendo descrita como espécie nova", diz Secco, "demonstra o quanto ainda precisamos estudar a flora amazônica".

PLANTASA floresta amazônica é muito importante para saúde do planeta por causa de seu abastecimento de água e sua vida vegetal. De acordo com a Blue Planet Biomes, metade das espécies de plantas de todo o mundo vivem em florestas tropicais, que fornecem 40 por cento do oxigênio do mundo e 25 por cento dos medicamentos conhecidos. A Amazônia é a maior de todas as florestas tropicais, a maior baciafluvial do mundo e fornece um quinto de toda água corrente fresca do planeta, como relata o World Wildlife Fund. Assim, a abundância de plantas da Amazônia constitui um dos mais importantes recursos da terra.

FUNGOS

Se você não está convencido da importância de proteger a biodiversidade de florestas tropicais, aqui vai mais um argumento a favor: estudantes da Universidade deYale, EUA, descobriram um fungo amazônico que pode comer os resíduos mais duráveis de nossos aterros: o poliuretano.
Durante uma expedição ao Equador, os universitários perceberam que o fungo tinha a capacidade de decompor o plástico. Este plástico é um dos compostos químicos encontrados em muitos, mas muitos mesmo produtos modernos – de mangueiras de jardim a fantasias.
Ele é valorizado por sua...
tracking img