Trabalho de teoria da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1842 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE TEORIA DA CONTABILIDADE
                                                
CONTROLISMO
                                                
Fábio Besta e a Escola de Veneza
                                                
Assim como os personalistas fizeram oposição aos contistas, os controlistas fizeram oposição aos personalistas.
A escola personalista, situada em Toscana, tinhagrande força e prestígio, porém com o aparecimento da Escola de Veneza
(controlista) encontrou contestações.
Tudo começou no discurso de inauguração do Ano Acadêmico em Veneza, em 1880, feito por Fábio Besta, que falava de
debates que já haviam sido processados em público.
Com a divergência dessas idéias contribuiu-se positivamente para o pensamento humano.
Na Contabilidade, os debates entre ostrês grandes da época: Cerboni, Rossi (personalistas) e Besta (Controlista), fizeram
história, principalmente no 1º Congresso Italiano de Contabilidade, realizado em Roma, em 1879, no confronto entre as
escolas científicas, o que fez Besta à fazer o seu discurso já citado anteriormente.
Fábio Besta, afim de criar novas formas de estudos da Contabilidade, contribuiu muito para o desenvolvimentoda ciência
Contábil.
Besta causaria influências nos pensamentos dos estudiosos do Século XX.
Sua obra mais importante é La Ragioneria, em três volumes.
Com os pensamentos de Besta formou-se a Escola de Veneza, a qual mais tarde contribuiu para o conhecimento contábil
destacando Vittorio Alfieri, Pietro Rigobon, Francesco de Gobbis, Vincenzo Vianello, entre outros com obras muito
importantespublicadas.
Não se pode excluir os pensamentos dos personalistas os quais auxiliaram, também, muito o desenvolvimento da
Contabilidade.
•         A obra de Fábio Besta e suas Razões Científicas -
Fábio Besta admitiu a importância do “controle da riqueza aziendal”.
Besta afirmava : “a riqueza pertinente a uma azienda forma a substância ou patrimônio àquela legado e todo azienda
possuisubstância, seja pequena ou grande”. Com isso ele queria dizer que a dinâmica da riqueza, afirma que a satisfação
das necessidades através dela gera um sem número de fenômenos e que é necessário uma ciência específica para estudá-los.
Com essa afirmativa Besta expõe sua primeira diferença ao pensamento personalista que defendia que pelos direitos ou
obrigações só ocorrem quando as mesma é dinamizada.Através do pensamento de Besta, fica bem claro o ponto de vista
sobre a riqueza, sobre a necessidade de considerá-la como ela mesma.
As afirmativas de Besta rebatem com os pensamentos de Cerboni, os axiomas.
Besta enfatizava a preocupação dos estudos, na Contabilidade, que não deviam estar relacionadas com o direito, mas sim
naquela de utilização, para a satisfação das necessidades. “O direitode possuir alguma coisa por si só de nada vale. O
legitimo proprietário conserva todos os direitos sobre as coisas, ainda quando lhe são roubadas; se não tem
possibilidade de recuperá-las, aquelas coisas para ele de nada valem.”
Recusa a definição de patrimônio enunciada por Cerboni e Rossi, ou seja, não aceita o patrimônio sob a defesa de direitos e
obrigações, mas, sim, como um agregado devalores, como “grandeza comensurável”. “O valor de uma coisa se refere a
disponibilidade e ao seu livre uso, em suma a sua posse e esta jamais será plena se não lhe é assegurado isto no
presente e no futuro, sem limite de tempo, ou seja, enquanto durar.”
As convicções de Besta sobre o valor levou o mesmo a implantar o raciocínio de que as contas não se abrem para pessoas,
mas para valores, esegundo Masi, tal forma de pensar deu origem a um Neocontismo que se desenvolveria, inclusive, fora da
Itália.
Ao tratar da Classificação dos elementos patrimoniais, consagra uma metodologia de classificação por funções dos elementos
da riqueza.
Considera os bens como “forças verdadeiras e próprias das aziendas” e admite o lucro ou a perda como comparação de dois
estados da mesma riqueza em...
tracking img