Trabalho de tcc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1256 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TREINAMENTO DE MANEJO DE ANSIEDADE
O programa de treinamento de manejo da ansiedade (TMA), de Suinn e Richardson (1971), foi introduzido na mesma época em que Goldfried (1971) propôs uma nova conceituação da dessensibilização sistemática.

Em seu artigo original, Suinn e Richardson discutiram três limitações dos procedimentos de dessensibilização: (1) o caráter demorado da construção dehierarquias de ansiedade para cada problema que os clientes em tratamento apresentam; (2) a duração relativamente longa do tratamento e (3) a ausência de estratégias de enfrentamento generalizadas para preparar os clientes para lidar efetivamente com seus problemas futuros. Essas supostas limitações das técnicas convencionais de dessensibilização sistemática levaram ao desenvolvimento de uma abordagemnão-específica para o controle da ansiedade, que foi projetada para proporcionar aos clientes um programa curto de treinamento em habilidades de enfrentamento que fosse aplicável a uma ampla variedade de áreas de problemas.

A teoria por trás do TMA pressupõe que a ansiedade seja um impulso adquirido, que tem propriedades de generalização de estímulos. As respostas autônomas associadas a ela atuamcomo pistas que facilitam e mantêm o comportamento esquivo. Os clientes podem ser condicionados a responder a essas pistas discriminatórias com respostas que eliminem a ansiedade pelo processo de inibição recíproca. Assim, o objetivo do TMA é ensinar os clientes a usar habilidades de relaxamento e competência para controlar seus sentimentos de ansiedade.

O treinamento para manejo da ansiedadeenfatiza a eliminação da ansiedade sem atenção específica a determinado estímulo que provoque ansiedade. No primeiro estágio do tratamento, os clientes fazem treinamento em relaxamento muscular profundo. Depois disso, recebem instrução sobre como visualizar cenas que causem ansiedade e praticam suas habilidades de relaxamento e/ou imaginam responder aos estímulos de maneira competente (Suinn,1972). Incorpora-se uma variedade de cenas que causam ansiedade e que podem não estar relacionadas com os problemas dos clientes específicos ao programa de tratamento.

Lentamente, surgem dados empíricos a respeito do treinamento para manejo da ansiedade. Um dos primeiros estudos examinou a eficácia dessa estratégia de enfrentamento (Richardson e Suinn, 1973). Infelizmente, o modelo não contava comum grupo correspondente para controle, dificultando a interpretação dos dados. Ainda assim, um estudo mais recente mostrou que o TMA foi superior a um grupo de controle em um teste clínico randomizado (Suinn, 1995).

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é uma unidade que desperta uma infinidade de sentimentos, como: medo, fantasias, ansiedade, estresse, depressão, tensão, entre outros. Nomomento da admissão do paciente na UTI, normalmente abrupta, o mesmo pode reagir com sentimentos reais de desamparo, ao se ver “abandonado” e tendo sua vida entregue nas mãos de pessoas que desconhece e nas quais deve confiar para a continuação de sua existência.
Os pacientes experienciam o medo real da morte, a forçada dependência, as potenciais e permanentes perdas de função, a separação da família ea perda de autonomia. Nessa situação de crise o paciente internado apresenta inúmeras repercussões psicológicas, das quais a ansiedade é a mais comum.
A ansiedade é um sinal de alerta que adverte sobre o perigo iminente e capacita a pessoa para medidas eficientes, sejam de enfrentamento ou de fuga. É uma resposta a uma ameaça desconhecida, interna, vaga ou de origem conflituosa. (KAPLAN, SADOCKe GREBB, 1997).
Segundo GUIMARÃES (2001), a ansiedade é uma resposta de proteção que vai preparar o organismo para atacar ou fugir de um perigo, real ou não. Essas respostas ocorrem diante de situações percebidas como estressantes ameaçadoras ou potencialmente perigosas. O indivíduo ansioso coloca-se em posição de alarme, física e psiquicamente.
No quadro de ansiedade, o problema predominante...
tracking img