Trabalho de portuges

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3158 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

As atividades planejadas que representem soluções para o desenvolvimento social e melhoria das condições de vida da população podem promover a exploração de áreas ou o uso de recursos planetários, naturais ou não, de forma a prejudicar o menos possível o equilíbrio entre o meio ambiente e as comunidades humanas e toda a biosfera que dele dependem para existir

Tudo aquilo que nãoserve mais e jogamos fora ou, qualquer material sem utilidade para quem o detém constitui um dos principais problemas das grandes ou pequenas cidades. O problema do lixo cresce á medida em que a sociedade consome mais, uma vez que está diretamente ligado ao modelo de desenvolvimento e ao incentivo do consumo na sociedade podendo trazer sérias consequências de acordo com a maneira em que écoletado, incinerado ou armazenado em depósitos, lixões a céu aberto e aterros sanitários. O fato é que, após acumulado produz o chorume, um líquido escuro de cheiro forte capaz de contaminar o solo e o lençol freático contribuindo com a devastação da fauna, flora e consequentemente, para sérios prejuízos ao homem.

Por isso, uma importante alternativa para diminuir os problemas causados pelo lixourbano é o reaproveitado de acordo com a origem de seu material através de uma coleta selecionadora que separam esses materiais para serem reenviados ás indústrias de reaproveitamento. O que pode reduzir consideravelmente problemas ambientais ao mesmo tempo em que possibilita a recuperação das áreas degradadas, tendo como apoio a seriedade e o acompanhamento das autoridades e entidades ambientais,bem como instrumentos fiscalizadores e punitivos eficientes, inserindo o conceito de sustentabilidade e responsabilidade social no seio da sociedade..

O lixo de Natal

Os documentos que registram a evolução da gestão dos resíduos sólidos em Natal datam desde 1920 ate o ano de 1997. De acordo com o já falecido Dr. Januário Cicco a cidade mantinha, ao lado de um matadouro, um lixão a céu abertoonde era jogado de maneira precária e deficiente todo o lixo da cidade. Naquela época a Empresa Tração, Força e Luz, se comprometeria a incinerar todo o lixo da cidade em um forno construído para tal fim. Porém a capacidade do incinerador não conseguiu dar cabo de toda a demanda de lixo produzida pela cidade e em 1945 já se encontrava desativado. Desse modo a prefeitura criou um depósitolocalizado ao lado do incinerador e em 1955 o transferiu para uma área localizada as margens da estrada que leva à ponte de Igapó onde permaneceu até o final da década de sessenta.
Em 1968 a prefeitura passou a utilizar a área atual para destinação do lixo da cidade, situada nas dunas entre os bairros de Cidade Nova e Felipe Camarão. Nesse local foi implantado um aterro controlado, com recobrimentodiário do material descarregado e drenagem dos gases. No ano de 1983 é implantado o "Aterro Sanitário de Nova Cidade e em 1988, é construída a Usina de Reciclagem e Compostagem de Cidade Nova.
Porém, inúmeros fatores também contribuíram para o comprometimento da utilização desta área para destinação de resíduos sólidos urbanos, dentre os quais: a proximidade das residências; o excesso de camadas delixo; a impossibilidade de aprovação do novo projeto, frente a Resolução nº04/95 do CONAMA (segurança aeroportuária); presença de catadores; inexistência de material de recobrimento. Além de todos esses fatores, o mais grave é que a disposição de resíduos é feita em uma área de dunas de alta permeabilidade, o que leva a total dispersão do chorume no aqüífero freático.
Entre os anos de 1920 a 1971ficou evidente que a Prefeitura da cidade limitou-se apenas a transferir o local de destino final do lixo. Observou-se, no fim da década de Sessenta, a tentativa de se gerenciar o lixo de maneira mais ambientalmente correta, todavia essa postura de solucionar a problemática do lixo não perdurou por muito tempo. Com a criação da URBANA, já nos finais dos anos de 1970, a Prefeitura admite que os...
tracking img