Trabalho de introdução aos estudos históricos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (389 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
século XIX foi um período rico em mudanças, tanto na maneira de conceber a história como na de escrevê-la.

Na Alemanha, esta evolução havia se produzido antes, e já estava presente nasuniversidades da Idade Moderna. Agora, a institucionalização da disciplina deu lugar a vastos corpos que reuniam e transcreviam as fontes, sistematicamente. Entre estes, o mais conhecido é o "Monumenta GermaniaeHistorica", a partir de 1819. A História ganha uma dimensão de erudição, mas também de actualidade. Pretende rivalizar com as demais ciências, sobretudo com o grande desenvolvimento que estasatravessam, à época. Theodor Mommsen contribui para dar à erudição as suas bases críticas, em seu "Römische Geschischte" ("História de Roma", 1845-1846), além de ter colaborado no citado "Monumenta GermaniaeHistorica" e no "Corpus Inscriptionum Latinarum".

Na França, foi considerada como uma disciplina intelectual distinta de outros géneros literários desde o começo do século, quando os historiadoresprofissionalizaram-se e fundaram os arquivos nacionais franceses (1808). Em 1821 fundou-se a "Ècole nationale des Chartes", primeira grande instituição para o ensino da História no país.

A partirda década de 1860, o historiador Fustel de Coulanges escreveu "a história não é uma arte, é uma ciência pura, como a física ou a geologia". Sem dúvida, a história implica no debate da sua época e éinfluenciada pelas grandes ideologias, como o liberalismo de Alexis de Tocqueville e François Guizot. Sobretudo deixou-se influenciar pelo nacionalismo e mesmo pelo racismo. Coulanges e Mommsentransladaram para o debate historiográfico o enfrentamento da Guerra franco-prussiana de 1870. Cada historiador tende a encontrar as qualidades de seu povo (o "génio"). É o momento de fundação das grandeshistórias nacionais.

Os historiadores românticos, como Augustin Thierry e Jules Michelet, mantendo a qualidade da reflexão e a exploração crítica das fontes, sem receando espraiar-se no estilo,...
tracking img