Trabalho de grupo unopar 2 semestre de pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Existem dois tipos de exclusão: a que nós podemos chamar de bullying, que seria a das demais crianças contra uma, por algum tipo de diferença. E tem também aquela praticada pela  própria criança que se exclui às vezes por muita timidez ou até mesmo medo de se relacionar.
O grande cuidado agora deve ser com as crianças que ainda estão nas escolas, tanto para que elas consigam sesocializar, quanto para que não corram o risco de passar pelo trauma de sofrer.












DESENVOLVIMENTO

Luisinho pode estar sofrendo dos seguintes problemas;
Estresse Infantil, pelo simples fato da mudança de casa e da escola, a exigência de conhecer novos amigos. O estresse é um fator socioambiental que pode prejudicar o desenvolvimento mental e motor das crianças, pode mudara sua forma de agir, de pensar e de sentir. A criança precisa encontrar equilíbrio para aprender a conviver com as situações de controle e de mudanças. A experiência, a educação e o apoio permitem que elas reajam às situações estressantes e se adaptem bem as transformações e mudanças que a vida lhes oferece.
Exclusão escolar, ele se sentiu excluído por estar, em um ambiente novo, ele se fechaisso atrapalha sua adaptação, a relação à nova escola pode ser um dos motivos que tem trapalhado novas amizades.
Mudar de escola é sempre uma experiência intensa, comum a quase todos os alunos. Ele ocorre pelo menos uma vez na vida. Seja qual for à idade do estudante, os problemas podem aparecer no relacionamento com os outros alunos e no aprendizado. Cada criança ou adolescente tem seu ritmo deadaptação – e o que é considerado normal para um pode não ser para outro. Se ele se der conta disso, talvez seja possível aprender a conviver melhor com as mudanças. Entender que elas são parte da vida, mais do que isso, que a vida é inteirinha feita delas.
Entre os sinais de que algo não vai bem está o isolamento, o desânimo para fazer a lição de casa, dores de cabeça e insônia. Não é fácil deixarpara trás os amigos queridos e também aquela sensação de conforto que é estar num lugar onde você já conhece tudo e todos.
"A exclusão escolar manifesta-se das mais diversas e perversas maneiras, e quase sempre o que está em jogo é a ignorância do aluno diante dos padrões de cientificidade do  saber escolar" (Mantoan, 2003, p.18).
 A escola trabalha com uma estrutura homogênea (que é falsa) enão consegue aceitar a diversidade (que é real). Desde este ponto de vista, qualquer um pode ser marginalizado na e da escola. E prefiro mesmo dizer marginalizado, pois, permanecem "na" escola, porém não estão "com" a escola; podem até permanecer "na" sala de aula, mas não estão "com" a turma; estão à margem da turma, à margem da escola, à margem da educação e, consequentemente, à margem dasociedade. E não há do que se estranhar se passam de marginalizados a marginais; uma vez que foram postos de lado pela sociedade, podem passam a viver à margem das normas éticas e legais, viram fora-da-lei.
O professor tem que estar comprometido; estar interessado com o que o aluno deseja aprender; interessado em conhecê-lo, ouvi-lo; respeitar o potencial de cada um; acreditar que todos conseguemdesenvolver suas habilidades, as quais são diferentes para diferentes pessoas; estimular constantemente o aluno, aumentando assim sua autoestima; acreditar nos seus alunos e em sua capacidade de aprender; estar consciente que os alunos precisam diferentes suportes, dependendo das suas particularidades; repensar os sistemas de avaliação, optando, de preferência, por uma avaliação formativa (para quesejam inclusivos); estimular a participação dos pais e dos outros professores; e trabalhar com um currículo flexível.
Incluir é uma questão de vontade. Vontade de todos para acolhermos a todos. Inclusão é incluir não só os alunos, mas também, os pais, a comunidade e os professores. E, o que é incluir os professores? É dar-lhes apoio, orientação, capacitação, recursos tecnológicos, treinamento para...
tracking img