Trabalho de economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1726 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA




1- Em que consistia a riqueza para os mercantilistas e para os fisiocratas?


Para os mercantilista considerava-se que o governo de um país seria mais forte e poderoso quanto maior fosse seu estoque de metais preciosos, os fisiocratas sustentavam que a terra era a única fonte de riqueza e que havia uma ordem natural que fazia com que o universo fosseregido por leis desejadas pela providência Divina para a felicidade dos homens.


2- Quem foi o mais destacado dos economistas clássicos? Quais suas principais idéias?


O mais destacado dos economistas clássicos foi ADAM SMITH. Em sua visão harmônica do mundo real, ele entendia que a produtividade decorre da divisão de trabalho, e essa, por sua vez, decorre da tendência inata da troca,que, finalmente, é estimulada pela ampliação dos mercados. Assim, é necessário ampliar os mercados e as iniciativas privadas para que a produtividade e a riqueza sejam incrementadas. Para Adam Smith o papel do Estado na economia deveria corresponder apenas à proteção da sociedade contra eventuais ataques, criação e manutenção de obras e instituições necessárias, mas não a intervenção nas leis demercado e, consequentemente, na prática econômica.


3- O que diz a teoria das vantagens comparativas? Quem foi seu autor?


Seu autor foi David Ricardo, também chamada de teoria do comércio internacional, diz que o comércio entre países dependeria das dotações relativas de fatores de produção.


4- Qual a principal diferença entre a lei de Say e o principio Keynesiano da demandaefetiva?


Para Keynes um dos principais fatores responsável pelo volume de emprego é o nível de produção nacional de uma economia, determinado pela demanda agregada ou efetiva, invertendo o sentido da lei de Say (a oferta cria sua própria procura) ao destacar o papel da demanda agregada de bens e serviços sobre o nível de emprego.


5- Explique as principais diferenças entremonetaristas, fiscalistas, pós – keynesianos, marxistas e institucionalistas?


MONETARISTAS: Privilegiam o controle da moeda e um baixo grau de intervenção do Estado.
FISCALISTAS: Recomendam o uso de políticas fiscais ativas e acentuado grau de intervenção do estado.
PÓS-KEYNESIANOS: Enfatizam o papel da especulação financeira e defendem um papel ativo do Estado na condução da atividadeeconômica.
MARXISTAS E INSTITUCIONALISTAS: Em ambas as escolas, critica-se a abordagem pragmática da ciência econômica e propõe-se um enfoque analítico em que a economia interage com fatos históricos e sociais; a análise das questões econômicas sem a observação dos fatores históricos e sociais leva segundo essas escolas a uma visão distorcida da realidade.




2° Parte


1- Descreva asfunções alocativas, distributivas e estabilizadoras do setor público.


A função alocativa do governo está associada ao fornecimento de bens e serviços não oferecidos adequadamente pelo sistema de mercado.
A função distributiva é o funcionamento do governo como um agente redistribuidor de renda, na medida em que, pela tributação, retira recursos dos segmentos mais ricos da sociedade (pessoas,setores ou regiões) e os transfere para os segmentos menos favorecidos.
A função estabilizadora do governo está relacionada com a intervenção do estado na economia, para alterar o comportamento dos níveis de preço e emprego, pois o pleno emprego e a estabilidade de preços não ocorrem de maneira automática. Essa intervenção é feita por meio de instrumentos de política fiscal, monetária, cambial,comercial e de rendas.


2- Quanto aos bens públicos:


a) Defina bem publico:


Bens públicos são bens e serviços não oferecidos adequadamente pelo sistema de mercado. Não é necessariamente um bem promovido pelo Estado, mas a intervenção dos governos é necessária para aumentar o bem estar da população. Defesa nacional, iluminação publica e placas são exemplos de bem publico....
tracking img