Trabalho de economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA – CEUT

CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS – ANÁLISE DE SISTEMAS

DISCIPLINA: ECONOMIA BRASILEIRA

PROFESSOR: FRITZ MOURA

















































ANÁLISE MACROECONÔMICA DAS CONTAS NACIONAIS.Alexandre Padilha Cavalcante









TERESINA, NOVEMBRO/2001.


CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA – CEUT

CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS – ANÁLISE DE SISTEMAS

DISCIPLINA: ECONOMIA BRASILEIRAAlexandre Padilha Cavalcante
SUMÁRIO














Apresentação 03

1 – Evolução da Produção Brasileira 04

2 – A Evolução da Renda Nacional Disponível 05

3 – As Características e Evolução da Conta de Capital 06
4 – A Evolução das Relações Econômicas do Brasil com o Resto do Mundo 07
Conclusão 08Bibliografia 09
APRESENTAÇÃO



Elaborar um trabalho para analisar a Contabilidade Nacional do Brasil nos anos de 1990 a 1995 não é uma tarefa que pode ser desenvolvida em pouco tempo.


Devemos realiza-lo com base nos nossos Sistemas de Contabilidade Nacional (Contabilidade Social). Baseado em quatro contas, relativas à produção, apropriação e acumulação de renda (utilização ou formaçãode capital) dos agentes econômicos. As contas são: Conta Produto Interno Bruto, Conta Renda Nacional Disponível, Conta de Capital e Conta Transações Correntes com o Resto do Mundo.


Foi exatamente com base nessas contas que procuramos analisar A contabilidade nacional brasileira, buscando fazer uma síntese do que aconteceu nesse período.





















1 –EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO BRASILEIRA





Observamos que ocorreu uma evolução no crescimento do PIB com variações de 182 a 2503%, atingindo seu ápice de crescimento nos anos de 1993 e 1994 (2259% e 2503% respectivamente) e uma queda no ano de 1995 chegando a 182% de evolução comparando-se ao ano anterior. Analisando ainda os outros fatores deste tópico podemos observar e chegar a conclusão deque o crescimento e a desaceleração dos itens acima seguiram o mesmo padrão do PIB, ou seja, obtiveram o ápice de seu crescimento nos anos de 1993 e 1994 e tiveram sua queda (desaceleração) no ano de 1995. Segue abaixo, tabela demonstrando o desempenho dos itens abordados neste tópico:


|Anos |Evolução dos |% de Impostos em relação à |% da formação brutade capital|% da produção exportada |
| |dispêndios (Famílias/Governo) |produção |fixa | |
|1991 |540% |577% |454% |598% |
|1992 |1057% |1175%|1086% |1265% |
|1993 |2306% |1101% |2318% |2131% |
|1994 |2579% |2516% |2611% |2183% |
|1995 |188% |162%|178% |182% |





2 – EVOLUÇÃO DA RENDA NACIONAL DISPONÍVEL





Observamos que ocorreu uma evolução no crescimento do consumo final das famílias de acordo com as variações dos índices do PIB com variações de 158 a 2594%, atingindo seu ápice de crescimento nos anos de 1993 e 1994 (2118% e 2594% respectivamente) e...
tracking img