Trabalho de cranio e face

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fraturas dos ossos da Face

Trauma facial, também relatado como maxilo facial. O trauma facial acarretar em perda de sensibilidade na pele, cicatrizes, retrações, lesões na visão, dificuldade na respiração, paralisia facial e perdas dentárias.
Os sintomas das fraturas faciais esta a dor o adormecimento do queixo,dos lábios ,da língua ,do nariz,a dificuldade de movimentar a boca elacerações profundas sobre os ossos.
Quando há duvidas a respeito das fraturas, recursos como a radiografia,exame único ,a avaliação neurológica e exames complementares são utilizados para diagnóstico. A técnica principal de tratamento das fraturas faciais é a alinhação de segmentos ósseos que necessitam ser mantidos em posição ate atingir a estabilização.
Nas fraturas faciais, os ossos acometidos sãoos ossos nasais,arco zigomático se encontra em segundo lugar e o osso frontal é o mais resistente de todos os outros...Também ocorre fraturas nos ossos do palato e naquele que se unem para formar a orbita ?. A mandíbula pode ser fraturada na sínfise, corpo, ângulo e ramo.
FRATURAS
Fratura do soalho da órbita é uma fratura causada por um objeto que atinge de frente. A medida que o soalho daórbita se rompe, o músculo reto inferior é forçado através da fratura para dentro do seio maxilar, causando encarceramento e diplopia ( percepção de duas imagens ).
Tripoide é uma fratura causada por um golpe no bochecha, resultando em uma fratura do zigoma em três lugares – processo orbitário, o processo maxilar e o arco. O resultado é um osso zigomático de “flutuação livre” de uma fratura emtripoide.
Leforte descreve fraturas horizontais bilaterais graves da maxila resultando em um fragmento separado e instável.
Contragolpe é uma fratura de um lado de uma escrotosa causada por um impacto do lado oposto. Por exemplo um golpe em um lado da mandíbula resulta em uma fratura do lado oposto.
Fraturas Cominutivas nesta fratura o osso é estilhado ou esmagado no local do impacto,resultando emdois ou mais fragmentos.
Há três tipos de fraturas cominutivas: fraturas segmentar; Fratura em Borboleta; e fratura estilhaçada.
Fraturas Múltiplas da Face

Fraturas cominutivas




FRATURAS FACIAIS
A abordagem atual é aquela que visa à fixação rígida dos ossos fraturados, com o uso de placas e parafusos,devolvendo o contorno anatômico e a oclusão dentária ao paciente. O tratamento inadequado dessas fraturas pode trazer seqüelas que algumas vezes são difíceis de serem corrigidas


FRATURAS DA MANDÍBULA
É o único osso móvel da face. Sua estrutura compacta é protegida pelos músculos da mastigação que lhe dão, em algumas áreas, certa resistência à fratura. Os sintomas associados a esse tipo defratura são dor ao deglutir, desoclusão dentária, inchaço local e travamento da boca, podendo todos esses sintomas estar ou não presentes.




FRATURAS DA MAXÍLA
É um osso poroso, contribui para formar o terço médio facial. O sinal mais comum que evidencia essas fraturas é a desoclusão dentária (mordida torta) e o achatamento facial em alguns casos. Dependendo do nível da fratura, elas podemser mais ou menos complexas. Podem ser classificadas em diferentes níveis: Lefort I, II, III, IV e V.



FRATURAS DOS OSSOS ZIGOMÁTICOS
Forma as proeminências faciais, conhecidas como maçã do rosto. O sintoma mais comum associado à sua fratura é o achatamento facial, com sensação de anestesia da região abaixo do olho afetado, asa do nariz e dentes incisivos e canino do mesmo lado. Sintomasvisuais também podem estar presentes, como distopia (olho caído) e diplopia binocular (visão dupla), além de travamento da abertura bucal em alguns casos.




FRATURA NASAL
O nariz é o órgão mais comumente atingido nos traumas faciais. Na realidade ele é composto por uma estrutura rígida, representada por um arcabouço ósteo-cartilaginoso que suporta a pele, vasos sanguíneos, nervos e...
tracking img