Trabalho de bioetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1030 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estácio de Sá, Campus Cabo Frio,10 de Agosto de 2011. Aluna:Katherina Chaves Claudio Rodrigues Disciplina:Bioética Trabalho de AV2 Faça uma pesquisa sobre a possibilidade de aplicação da eutanásia no Brasil e no mundo. Segundo a medicina, a eutanásia consiste em minorar os sofrimentos de uma pessoa doente, de prognóstico fatal ou em estado de coma irreversível sem possibilidade desobrevivência, apressando-lhe a morte ou proporcionando-lhe os meios para consegui-la. Este fato típico é realizado em virtude de relevante valor moral, que diz respeito aos interesses individuais do agente, entre eles os sentimentos de piedade e compaixão. Modernamente, eutanásia é a morte consentida de uma pessoa em grande sofrimento sem perspectiva de melhora, produzida por médico. Nos países quea legalizaram ou a toleram, o consentimento do paciente exclui a ilicitude da intervenção, consagrando o princípio da vontade livre como garantia suprema do exercício e renúncia a direitos fundamentais. Eutanásia não é morte por piedade, mas é morte por vontade. A idéia da morte antecipada traz consigo o intenso conflito entre direito, dignidade da pessoa humana, o resultado morte e suasconseqüências jurídicas, motivo pelo qual a prática da eutanásia é atualmente uma questão muito delicada, pois envolve além de questões racionais objetivas, questões filosóficas e religiosas subjetivas, todas de grande impacto e relevância sobre o tema. Religião A religião como assunto controvertido que é, sempre inspirou grandes discussões em torno do tema eutanásia. Abaixo esta a opinião das quatromaiores religiões do mundo, quais sejam: Budismo: Considera a vida um bem precioso, mas não divino, já que não acreditam na existência de um ser supremo ou deus criador, não se opondo, desta forma, à eutanásia passiva e ativa, que podem ser aplicadas em alguns casos. Islamismo: Pelo fato de crerem que a vida deriva de um ser supremo, consideram a vida um bem sagrado, não permitindo que outro, que nãoDeus, tire a vida que Ele deu; entretanto, se a pessoa encontra-se em estado vegetativo, é inútil a manutenção da vida. Judaísmo: Mais velha tradição monoteísta do mundo, manifesta-se contra, pelo fato do médico, como servo de Deus, ter a obrigação de zelar pela preservação da vida humana, sendo-lhe vedado decidir sobre a vida ou morte de seus pacientes. Cristianismo: Jesus, recusa beber vinagre efel, conhecido como "vinho da morte". Isso serve de base para que a religião do qual Ele é o patriarca não admita a eutanásia.Em 1980 ocorre a Declaração Sobre a Eutanásia e, no mesmo ano, o II Concílio do Vaticano, condena a morte por crime eutanásico, opinião veementemente reforçada em 1993, logo após a Holanda ter aprovado. Medicina A situação torna-se ainda mais difícil de se analisar sob aótica médica. A medicina sempre adotou uma postura moral em relação à eutanásia, tanto que adotou o juramento de Hipócrates, pai da medicina, que diz expressamente que "A ninguém darei, para agradar, remédio mortal, nem conselho que o induza a perdição", juramento este obrigatório nas colações de grau dos futuros profissionais da medicina, e que firma posição clara e definitiva em relação à eutanásia.Matricula:200901039295

No entanto, as opiniões dos profissionais são controversas. Muitos, como o sul-africano Dr. Christian Barnard, cirurgião que realizou o primeiro transplante de coração, defendem que o objetivo do medico é aliviar o sofrimento, não prolongar a vida, dando ao doente uma morte boa, tão logo a vida não possa mais ser dada. Um caso de médico que praticava a eutanásia semimportar-se com a determinação legal ou tão pouco com a moralidade ficou conhecido: foi o Dr. Jack Kevorkian, ou o "Dr. Morte", que inventou uma engenhoca que auxiliava as pessoas a se suicidarem se desejassem a eutanásia, totalizando mais de 130 pacientes que utilizaram o equipamento. Ordenamento jurídico A prática da eutanásia não é juridicamente aceita em nosso ordenamento, visto que este nos...
tracking img