Trabalho da kelly

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
José Maria da Silva Paranhos Júnior, barão do Rio Branco

José Maria da Silva Paranhos Júnior, primeiro e único barão do Rio Branco, (Rio de Janeiro, 20 de abril de 1845 — Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 1912) foi um diplomata, geográfo e historiador brasileiro, formado pela Faculdade de Direito de São Paulo. Filho de José Maria da Silva Paranhos, visconde do Rio Branco, tornou-se amplamenteconhecido pelo seu título nobiliárquico: barão do Rio Branco.

José Maria da Silva Paranhos Júnior |
|
José Paranhos Júnior, o barão do Rio Branco |
Ministro das Relações Exteriores |
Mandato: | 1902-1910 |
Precedido por: | Olinto de Magalhães |
Sucedido por: | Lauro Müller |
|
Nascimento: | 20 de abril de 1845
Rio de Janeiro |
Falecimento: | 10 de fevereiro de1912 (66 anos)
Rio de Janeiro |
Partido: | Partido Conservador |
Profissão: | Diplomata |
|
Biografia
Iniciou-se nas Letras em 1863, nas páginas da revista Popular, com uma biografia do comandante da Imperatriz. Posteriormente, em 1866, na revista l'Illustration, desenhou e escreveu sobre a guerra do Paraguai, defendendo o ponto de vista do Brasil.
Em 1868 substituiu por três meses Joaquim Manuel deMacedo como professor na cadeira de corografia e história do Brasil, no Colégio Pedro II.
A diplomacia
Armas do barão do Rio Branco.

Iniciou-se na carreira política como promotor e deputado, ainda no Império. Em 1871 foi redator no periodico A Nação, tendo colaborado a partir de 1891 no Jornal do Brasil.
Cônsul-geral em Liverpool a partir de 1876, foi ministro acreditado na Alemanha em1900, assumindo o Ministério das Relações Exteriores, de 3 de dezembro de 1902 até sua morte, em 1912. Ocupou o cargo ao longo do mandato de quatro presidentes da república - ver governos de Rodrigues Alves, Afonso Pena, Nilo Peçanha e Hermes da Fonseca – configurando-se uma unanimidade nacional em sua época.
Recebeu o título de barão do Rio Branco às vésperas do fim do período imperial, mascontinuou a utilizar o título "Rio Branco" em sua assinatura mesmo após a proclamação da república, em 1889. Isso se deu por ser um monarquista convicto e para homenagear seu falecido pai, o senador e diplomata José Maria da Silva Paranhos, visconde do Rio Branco.
As questões internacionais

O território brasileiro no início da República.
Sua maior contribuição ao país foi a consolidação dasfronteiras brasileiras, em especial por meio de processos de arbitramento ou de negociações bilaterais, dos quais se destacam três questões de fronteiras:
Amapá
Obteve uma vitória sobre a França sobre a fronteira do Amapá com a Guiana Francesa, causa ganha pelo Brasil em 1900 em uma arbitragem do governo suíço.A fronteira foi definida no rio Óiapoque.
Palmas
Em 1895, havia já conseguido assegurarpara o Brasil boa parte do território dos estados de Santa Catarina e Paraná, em litígio contra a Argentina no que ficou conhecido como a questão de Palmas. Essa primeira arbitragem foi decidida pelo presidente norte-americano Grover Cleveland, e teve como opositor pelo lado da Argentina Estanislau Zeballos, que mais tarde se tornou ministro do exterior argentino e durante muito tempo acusou RioBranco de perseguir uma política imperialista.
Acre

Atual território do Brasil.
Foi o prestígio obtido nesses dois casos que fez com que Rodrigues Alves escolhesse Paranhos para o posto máximo da diplomacia em 1902, quando o Brasil estava justamente envolvido em uma questão de fronteiras, desta vez com a Bolívia.
Esta tentava arrendar uma parte do seu território a um consórcio empresarialanglo-americano. A terra não era reclamada pelo Brasil, mas era ocupada quase que integralmente por colonos brasileiros, que liderados por Plácido de Castro resistiam às tentativas bolivianas de expulsá-los, episódio que ficou conhecido como "Revolução Acreana".
Em 1903, assinou com a Bolívia o tratado de Petrópolis, pondo fim ao conflito dos dois países em relação ao território do Acre, que...
tracking img