Trabalho coletivo na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1518 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO COLETIVO NA ESCOLA: QUAIS SUAS POSSIBILIDADES?

COSTA, Aurelina Aparecida de Oliveira
BONFIM, Alcione da Silva
PETRILLI, Silvia Regina Pincerato
FAC-FEA Faculdade da Fundação Educacional Araçatuba

RESUMO:
Este estudo faz uma reflexão crítica sobre a importância do trabalho coletivo em grupo no contexto escolar. Parte das dificuldades encontradas no dia-a-dia dos estudos nocurso de Pedagogia da FAC-FEA, mais especificamente das dificuldades em lidar com a diversidade dos conflitos surgidos interior dos trabalhos coletivos propostos pelos professores. Faz os seguintes questionamentos: Porque é tão difícil trabalhar coletivamente em grupo? Quais atitudes são favorecedoras e como deve ser conduzido o trabalho coletivamente em grupo? Este estudo de abordagem qualitativabuscou, por meio da pesquisa bibliográfica explorar os principais estudos sobre a temática e se deparou com perspectivas que apontam para a compreensão crítica sobre a origem do conceito de trabalho coletivo e sua relação com os modos de produção capital. Por fim faz uma reflexão sobre as reais possibilidades de se concretizar o trabalho coletivo em grupos na escola na perspectiva da construçãocoletiva do trabalho dialógico.

Palavras-chaves: trabalho coletivo em grupo e contexto escolar


1. INTRODUÇÃO:

O trabalho coletivo em grupo no cotidiano escolar tem sido apontado por pesquisadores e estudiosos como o caminho mais produtivo para se alcançar os objetivos educacionais, a tão almejada qualidade da educação escolar brasileira.
No entanto, no dia-a-dia do processo de formaçãomuitas são as dificuldades que observamos ao se propor e desenvolver um trabalho coletivamente em grupo. Assim este estudo faz os seguintes questionamentos: Porque é tão difícil trabalhar coletivamente em grupo? Quais atitudes são favorecedoras e como deve ser conduzido o trabalho coletivamente em grupo?
Diante das problemáticas apresentadas, o objetivo do estudo é localizar o conceito detrabalho coletivo em grupo, sua origem e complexidade para compreender o porque é tão difícil concretizá-lo na escola, para então, identificar como deve ser conduzido.
Metodologicamente se constitui como um estudo exploratório, bibliográfico, de abordagem qualitativa por tentar construir uma compreensão crítica de contextos reais vivenciados por alunas do 4º semestre do curso de Pedagogia durante osestudos na formação.

2. DESENVOLVIMENTO

Trabalhar coletivamente em grupo na escola, ao longo dos estudos no curso vimos que se trata de ultrapassar a interpretação equivocada de que, para se formar um grupo, basta agregar pessoas ou nomes a uma determinada atividade. Nele é preciso que se construa um coletivo de intenções, consistentes e reais entre as pessoas do grupo e os objetivospropostos pelo estudo ou projeto Neste sentido, nos remete a idéia de construção conjunta, do seu objetivo ser conhecido por todos, compartilhado, discutido e realimentado por todos os envolvidos no processo.
No entanto, reconhece-se que o trabalho coletivo não é tarefa simples, principalmente se evidenciarmos que as relações construídas, as formas de vida são mais individualizadas.
Os estudos deHypolito (1991, p. 18) aponta que o conceito coletivo carrega uma contradição que precisa ser conhecida na sua integralidade, nem sempre exposta que foi construída no modo de produção capitalista, a partir das experiências de cooperação que são fundamentais com os modos de produção do capital, por meio do trabalho organizado. Neste sentido, ao mesmo tempo que compreendemos a importância do trabalhocoletivo, as forças competitivas dos modos de organização social em torno da idéia capitalista emitem forças contrárias (...) esta realidade é contraditória, pois se a cooperação pode ser um fator de estabilidade para o poder, ao mesmo tempo a reunião dos trabalhadores coletivos possibilita uma unidade de interesses e favorece formas de resistência à dominação" (HYPOLITO, 1991, p.18).
Trabalhar...
tracking img