Trabalho capitalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNICEP - Centro Universitário Central Paulista

CAPITALISMO

Relatório apresentado ao Curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário Central Paulista - UNICEP Orientadora: Profª. Sonia

Grupo:  Tatiane de F. M. Kaibara – RA: 4701128  Claudio Lecheche – RA: 4701118  Daniele Godoy  Flávio W. P. Chingi Ottani – RA: 4701127  Claudinéia H. de Mendonça Silva – RA: 4701122  AdemárioTobias  Junior Ferrari

São Carlos - SP Março 2011
i

Histórico do desenvolvimento do Capitalismo

A origem do sistema capitalista ocorreu na passagem da Idade Média para a Idade Moderna nos séculos XIII e XIV onde a burguesia buscava o lucro através de atividades comerciais. Neste período percebe-se uma transformação no caráter autosuficiente das propriedades feudais onde as terrascomeçaram a serem arrendadas e a mão-de-obra sendo remunerada com um salário. Surgem também os banqueiros e cambistas que visavam lucro, acumulo de riquezas, controle de produção e expansão dos negócios. Neste contexto destacam-se três fases.

Primeira Fase: Ficou conhecida como Capitalismo Comercial ou PréCapitalismo. Entre os séculos XIV e início do século XVIII ocorreram as expansões MarítimasEuropéias que chegaram até Ásia e África, financiados por reis e nobres, em buscas de riquezas tais como ouro, prata, especiarias e matérias-primas.

Segunda Fase: Capitalismo Industrial. Refere-se ao sistema de produção que até então produtos produzidos manualmente por artesãos. A Revolução Industrial iniciada na Inglaterra fortalece o sistema capitalista modificando a sistemática de produçãocolocando máquinas que substituíam o trabalho manual. Desta forma os donos das fábricas conseguiram aumentar as margens de seus lucros e como benefício os produtos ficaram mais baratos devido às possibilidades e quantidade ofertada uma vez que era possível produzir mais em menos tempo. Por outro lado a população perdeu muito devido ao desemprego e baixos salários pago pela mão-de-obra dos operários.1

Terceira Fase: Capitalismo Monopolista-Financeiro. Iniciada no século XX uma fase de impulso como molas mestras para o desenvolvimento e está em pleno funcionamento até os dias atuais. Grande parte dos lucros do capital em circulação no mundo passa pelos sistemas financeiros e grandes corporações do mercado globalizado. A globalização permitiu as grandes corporações produzirem seusprodutos em diversas partes do mundo, visando a redução de custos. O desenvolvimento da Informática também permite a circulação e transferência de valores em tempo quase que real, aumentando ainda mais a lucratividade.

Capitalismo O capitalismo é o sistema sócio-econômico baseado no reconhecimento dos direitos individuais, em que toda propriedade é privada e o governo existe para banir a

2 iniciação de violência humana. Em uma sociedade capitalista, o governo tem três órgãos: a polícia, o exército e as cortes de lei. O reconhecimento dos direitos do indivíduo inclui o banimento de violência física em relacionamentos humanos: basicamente, direitos só podem ser violados com o uso da força física. Em uma sociedade capitalista, nenhum homem ou grupo pode iniciar o uso de força física contraoutros. A única função do governo, nesta sociedade, é a tarefa de proteger os direitos do homem, ou seja, a tarefa de protegê-lo de violência; o governo age como o agente do direito do homem de autodefesa, e pode usar força somente em retaliação e somente contra aqueles que iniciaram seu uso; portanto, o governo é o jeito de colocar o uso retaliatório de força sob controle objetivo. Em umasociedade capitalista, todo relacionamento humano é voluntário. Os homens são livres para cooperar ou não, para lidar com o outro ou não, de acordo com seus julgamentos, convicções e interesses. Os homens só podem lidar com o outro em termos e através da razão, ou seja, através da discussão, da persuasão, e de acordos contratuais, por escolha voluntária e para benefício mútuo. O direito de concordar...
tracking img