Trabalho, alienação e consumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO
UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO
CURSO DE DIREITO











JOYCE DE SOUSA SILVA SANTOS











TRABALHO, ALIENAÇÃO E CONSUMO





















IMPERATRIZ
2013
JOYCE DE SOUSA SILVA SANTOS






















TRABALHO ALIENAÇÃO E CONSUMO

Trabalhoapresentado ao Curso de Direito do Instituto de Ensino Superior do Sul do Maranhão/ Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão como requisito de nota da disciplina Introdução à filosofia.
Prof. Artur Alexandre












IMPERATRIZ
2013
1. Trabalho, alienação e consumo

O termo trabalho é originário do latim tripalium, que designa instrumento de tortura, formado por três paus, aoqual eram atacados os condenados e que também servia para manter presos os animais difíceis de ferrar. Daí a associação do trabalho como tortura, sofrimento, pena labuta.
A concepção de trabalho sempre esteve ligado a uma perspectiva negativa. Na Bíblia Adão e Eva vivem felizes até que o pecado provoca sua expulsão do Paraíso e a condenação ao trabalho com o suor do rosto. A Eva coube também otrabalho do parto.
Há vários sentidos para o conceito de alienação, juridicamente significa a perda do usufruto ou posse de um bem ou direito pela venda, hipoteca, do ponto de vista da psiquiatria, o alienista é o médico de alienados mentais, a alienação religiosa, está ligada a idolatria, quando um povo cria ídolos e a eles se submete, a alienação segundo a concepção de Rousseau, a soberania dopovo é inalienável, isto é, pertence somente ao povo, que não deve outorgá-la a nenhum representante, na linguagem comum, alienadas são as pessoas desinteressadas de assuntos importantes como as questões políticas e sociais.
Em todos os sentidos, há algum comum, a perda de algo, no sentido jurídico perde-se a posse de um bem; para a psiquiatria, o alienado mental é aquele que perde a dimensão de sina relação com os outros, pela idolatria perde-se a autonomia, segundo Rousseau, o povo não deve perder o poder. A alienação, vem do latim alienare, alienuns, que significa que pertence ao outro. Alius é outro. Portanto, sob determinado aspecto alienar é tornar alheio, transferir para outrem o que é seu, ou seja, dizemos que uma pessoa é alienada quando ela perde a compreensão do mundo em que vivee torna-se alheia a segmentos importantes da realidade em que se acha inserida.
Antes de trabalhar o conceito de consumismo, é imprescindível a definição de consumo, que é quando o ato de comprar está diretamente relacionado à necessidade ou à sobrevivência, ao contrário do consumismo que o individuo adquire produtos que não precisa, ou seja, ele está ligado aos gastos em produtos sem utilidadeimediata, supérfluos.

2. A humanização pelo trabalho

É certo que o ser humano inaugura o mundo da cultura, por sua capacidade de simbolizar, a cultura humana faz história, ou seja, as gerações conservam certas práticas aprendidas e modificam outras. Através do trabalho surgem instituições como a família, o Estado, a escola, a ciência, a arte a filosofia, e é por isso que podemos afirmar queo ser humano se faz pelo trabalho, porque ao mesmo tempo que produz coisas, torna-se humano, constrói sua subjetividade. No trabalho o ser humano se aprende a se relacionar com os outros, resolve conflitos, desenvolve a capacidade de superação em frente às dificuldades. Enfim, com o trabalho ninguém permanece o mesmo, porque ele modifica e enriquece a percepção do mundo e de si próprio.
Comocondição de humanização, o trabalho liberta, ao viabilizar projetos e concretizar sonhos. Nesse sentido, a liberdade humana não é dada, mas resulta da ação humana transformadora, porém, nem sempre, prevalece essa concepção positiva, sobretudo quando as pessoas são obrigadas a viver do trabalho alienado, que resulta de relações de exploração.
Este seria o trabalho que a sociedade industrial criou, a...
tracking img