Trabalhista mato grosso.doc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12519 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JUÍZA DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE SORRISO–MT.

Processo Nº 00338.2009.066.23.00-4



Pedido Antecipação de Tutela -












EDICARLO MENDES DOS SANTOS, já qualificado, pelo procurador signatário, vem, respeitosamente à presença de Vossa Excelência, nos autos da RECLAMATÓRIA TRABALHISTA C/C INDENIZATÓRIA – AMPUTAÇÃO DEANTEBRAÇOS - COM PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA, em face de CONSELPA CONSTRUÇÕES ELÉTRICAS DO PARÁ LTDA, devidamente qualificada, para impugnar a contestação nos termos que segue:


1. O autor, ratifica a exordial e impugna a contestação, por ser contrária ao fatos, ao direito e as leis atinentes a espécie.






2. DA ANTECIPAÇÃO PARCIAL DOS EFEITOS DA TUTELA.Excelência em audiência, pela identidade física, V. Exa., pode constatar a real situação vivida pelo autor, pois com o acidente o autor teve amputado os dois braços (ver fotos de Fls. 59, e atestado médico de Fls. 52), e o mais grave Excelência é que o autor está com “serias dificuldades em relação a sua memória, fala e comprometimento no grau de raciocínio deixando o muito abalado com isso.” ( verlaudo Psicológico fl.53.

O laudo supra foi emitido em 12/01/2009. Ocorre Excelência que a situação do autor desde então, vem agravando-se de forma constante, culminando em sua separação, o que está lhe trazendo prejuízos muito maiores, pois o autor, sente-se totalmente abandonado, sem a esposa e sem o único filho, o que pode ser provado pelo Boletin de Ocorrência n. 1031209.08-018016-8,realizada no dia 23/06/2009, na DP de Sorriso-MT.

Sim, depende o autor, urgente de tratamento, de uma melhor condição de vida, senhor julgador, precisa o autor, de uma terceira pessoa que lhe cuide 24 horas, que lhe faça a higiene pessoal, desde banho a barba, bem como alimentação, nem mesmo um copo de água consegue o autor apanhar sozinho.

O autor, não tem casa para morar, tem quepagar aluguel, agora tem que pagar alimentos ao filho. Hoje sofre, pela perda da esposa e do filho, fato este já noticiado da exordial, quando foi postulado a antecipação da tutela para tentar reverter a dramática situação que vinha enfrentando.

É sabido Excelência, que sem dinheiro, não há como vivier, principalmente na situação do autor, que depende de terceiro, para lhe cuidar e detratamentos médicos com urgência, pois seu caso é grave, está provado no laudo feito com psicólogo.

Já na inicial, foi noticiado a V. Exa., a triste realidade que vinha enfrentando o autor, sem condições de realizar um tratamento digno, acabou perdendo o mais importante na sua vida a esposa, e agora está longe do filho.

A dignidade do ser humano, Excelência, está em ter condições depagar um aluguel, ter alimentação na mesa, ver o filho estudando, para isto tudo é necessário dinheiro.

Como é que o autor, vai viver com R$ 770,00, que percebe do INSS, pagando aluguel, pagando uma terceira pessoa para lhe cuidar, e cuidar da sua saúde.

Exa., o autor, necessita de cuidados médicos urgente, o laudo Psicológico foi claro, senão vejamos a conclusão:

“ OSr. Edicarlo encontra se num quadro que pode se alterar-se o mesmo não tiver o acompanhamento adequado para tal. Precisa de acompanhamento psiquiátrico, psicológico, fonoaudiológico, médico e de terapia ocupacional. Tem uma historia familiar com antecedentes de depressões e de distúrbios mentais que pode ajudar a agravar seu quadro se não for trabalhado.”


Necessita o autor urgente,mandar fazer uma órteses ( próteses) pois a que tinha estragou e não lhe serve mais, o que está provado no laudo médico:

“Paciente Sr. Edcarlos Mendes dos Santos, foi atendido neste serviço com seqüelas de amputação traumática nível de 1/3 próximo dos antebraços em agosto de 2007. Utilizando órteses (próteses) porém devem ser readaptadas devido a dificuldade para utilização....
tracking img