Toyota

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
EAD – ESTÁCIO CAMPUS VIRTUAL

Luis Claudio Neto do Nascimento
Matrícula: 873784
Turma: 9011

PROJETO INTEGRADOR – PARTE I

Rio de janeiro/ Bangu
20/10/2010

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO.................................................................................................................... 3
2. O MODELO JAPONÊSDE ADMINISTRAÇÃO DA TOYOTA..................................4
3 A PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL DA TOYOTA .................................................. 5
4. OS PROCESSOS DE NEGÓCIOS DA TOYOTA............................................................6
5. CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................. 7
6. REFERÊNCIAS.................................................................................................................. 8

1. INTRODUÇÃO

Toyotismo é o modelo japonês de produção, criado pelo japonês Taiichi Ohno e implantado nas fábricas de automóvel Toyota, após o fim da Segunda Guerra Mundial. Nessa época, o novo modelo era ideal para o cenário japonês, ou seja, um mercado menor, bemdiferente dos mercados americano e europeu, que utilizavam os modelos de produção Fordista e Taylorista.
Taylorismo ou Administração científica é o modelo de administração desenvolvido pelo engenheiro Frederick Taylor (1856-1915), que é considerado o pai da administração científica. Caracteriza-se pela ênfase nas tarefas, objetivando o aumento da eficiência ao nível operacional.Fayol, foi um dos teóricos clássicos da Ciência da Administração, foi fundador da Teoria Clássica da Administração e autor de Administração Industrial Geral. Seu modelo de administração baseava-se em seis funções ou áreas: produção, comercial, contabilidade, gestão, administrativa e segurança.
Na década de 70, em meio a uma crise de capital, o modelo Toyotista espalhou-se pelo mundo. Aideia principal era produzir somente o necessário, reduzindo os estoques (flexibilização da produção), produzindo em pequenos lotes, com a máxima qualidade, trocando a padronização pela diversificação e produtividade.

2. O MODELO JAPONÊS DE ADMINISTRAÇÃO DA TOYOTA

A partir de 1932, já se começava a ver as empresas por essa perspectiva através do inicio da Abordagem Humanística naTeoria Geral de Administração, abordagem que tinha como foco a relação das pessoas e os grupos formados; com destaque da experiência de Hawthorne, assim como ficou conhecida, experiência esta feita em uma indústria de componentes eletrônicos; indo de encontro com as teorias de abordagem Clássicas. A Toyota faz quase o oposto de tudo que se preconizou como elementos indispensáveis aos novos tempos.Em vez de premiar o talento dos mais iluminados, prefere recompensar o trabalho em equipe. No lugar de decisões ágeis, um tedioso processo consensual. Tudo é planejado nos mínimos detalhes, mesmo à custa de tempo e dinheiro.
Abordagem sistêmica é uma metodologia que busca conjugar conceitos de diversas ciências a respeito de determinado objeto de pesquisa. É baseada na ideia de que umdeterminado objeto de estudo possui diversas dimensões e facetas que podem ser estudadas e entendidas por diversas ciências e que conceitos e princípios emanados de diferentes ciências podem ser empregados no estudo e compreensão de determinado fenômeno por determinada ciência.
A Teoria da Contingência enfatiza o mais recente estudo integrado na teoria da ADM; é sem dúvida a maiseclética de todas as teorias da ADM, pois além de considerar as contribuições das diversas teorias anteriores, consegue coordenar os princípios básicos da ADM como: as tarefas, a estrutura, as pessoas, a tecnologia e o ambiente.
As principais características do Toyotismo são:
Mão-de-obra multifuncional e bem qualificada. Os trabalhadores são educados, treinados e qualificados para conhecer todos os...
tracking img