Toxicidade do nacl na inibiçao da germinação da lactuca sativa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1002 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
| Toxicologia |
| Saúde Ambiental, 2º Ano, 1º Trimestre
Luís Pedro Guimas nº 10070296Mário Rui Silva nº 10070364 |
| |

[Toxicidade do NaCL NA INIBIÇAO DA GERMINAÇÃO dA lACTUCA SATIVA] |
|

Resumo
A alface pode ser classificada cientificamente como sendo do Reino: Plantae, Divisão: Magnoliophyta, Classe: Magnoliopsida, Ordem: Asterales, Família: Asteraceae, Género: Lactuca,Espécie: L. sativa. [1] Esta espécie é extremamente comercializada em Portugal sendo boa fonte de sais minerais, além de se destacar por seu elevado teor de vitamina A.[2] A presente experiencia verificou que quando existem concentrações altas de Sal no meio de crescimento da alface, ocorre um decréscimo no crescimento da alface, não se tendo notado diferenças relevantes em concentrações maisbaixas, em comparação com o controlo.

Palavras-chave: NaCl, lactuca sativa, germinação, toxicidade, crescimento radicular.

Introdução
A toxicologia é a ciência que estuda os efeitos nocivos das substâncias químicas nos sistemas vivos. É uma ciência multidisciplinar que engloba conhecimentos de várias áreas. Os efeitos nocivos variam conforme a concentração do agente nocivo e do grau decrescimento do sistema em questão. [3]
O NaCl, fórmula química para o Cloreto de Sódio, é mais conhecido por Sal, era, até pouco tempo atrás, um importante conservante alimentar, e em séculos passados sua importância para este fim era ainda maior. A tal ponto chegava sua importância, que foi até mesmo usado como forma de pagamento no período romano, sendo esta a origem da palavra "salário".[4]
Aalface (Lactuca sativa) é uma planta hortense, é utilizada na alimentação humana desde cerca de 500 a.C. Originária do Leste do Mediterrâneo, é mundialmente cultivada para o consumo em saladas, com inúmeras variedades de folhas, cores, formas, tamanhos e texturas. [1]
É importante a verificação da influência do NaCl pois as formulações das soluções nutritivas onde as plantas são capazes desobreviver são muito variadas. [2] No entanto, se estas formulações forem desiguais e algum produto esteja em excesso, pode ocorrer um mau desenvolvimento da planta, sendo desse modo, importante verificar essas variações.
Existe um modelo padrão pelo qual podemos definir a inibição do crescimento, sendo ela o CI50, que corresponde a coeficiente de inibição de 50% da população em estudo.
O objectivodeste trabalho é verificar se a variação da concentração do NaCl vai de algum modo influenciar a germinação da Lactuca Sativa, com verificação de resultados 8 dias após se ter exposto varias sementes de alface a diferentes níveis de Sal.

Material e métodos
As sementes foram previamente colocadas numa solução de lixívia a 20% para garantir que todos os microrganismos presentes nas sementesfossem eliminados, garantindo assim menos interferências que poderiam adulterar os resultados finais da experiencia, lavando de seguida com agua destilada cinco vezes seguidas, eliminando a lixívia pois esta poderia também actuar como tóxico não permitindo o crescimento correcto da alface.
Foram preparadas sete soluções, com diferentes concentrações de NaCl. Uma sem adição do mesmo, e as outras com0,625g/L; 1,25g/L; 2,5g/L; 5,0g/L; 10,0g/L através de diluição de solução 20g/L, e outra com 20g/L
Recortaram-se catorze círculos de papel de filtro, colocando cada uma numas caixas de petri, dividindo as caixas depois em grupos de 2 respectivamente sinalizadas com a concentração da solução que iria ser colocada de seguida. Humedeceram-se de seguida as rodelas de papel de filtro, cada uma com 3mLda solução com a concentração correspondente. Em cada placa colocam-se 10 sementes de Lactuca sativa, fechando a caixa de seguida.
Para evitar a evaporação da água, cada uma das caixas de petri foram vedadas com parafilme, sendo posteriormente postas á temperatura ambiente e envolvidas em papel de alumínio, de modo que a luz não seja factor preponderante no crescimento das sementes, estando o...
tracking img