Tornearia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 106 (26443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INDICE
1º MÓDULO
1. Nomenclatura. 04
2. Acessórios do torno. 06
3. Elementos de comando. 07
4. Acionamento do cabeçote. 08
5. Acionamento da caixa de roscas e avanços. 09
6. Acionamento do avental. 11
7. Os anéis graduados do torno. 12
8. Tipos de tornos mecânicos. 15
9. Utilidade do torno mecânico e operações que realiza. 18
10. Recomendações sobreo uso do torno. 19
2º MÓDULO
11. Cabeçote móvel do torno. 24
12. Placa universal de três castanhas. 26
13. Uso da placa universal de três castanhas. 29
14. O graminho e seus usos. 31
15. Placa de quatro castanhas independentes. 34
16. Noções sobre centragem na placa de quatro castanhas independentes. 36
17. Lunetas do torno. 40
3º MÓDULO
18. Ferramentas de corte dotorno (noções gerais). 45
19. Ferramentas. 47
20. Ferramenta de desbastar. 51
21. Ferramenta de facear. 54
22. Rotações por minuto no torno 56
23. Fluido de corte. 62
4º MÓDULO
24. Tornear cilíndrico externo (na placa universal). 67
25. Tornear na placa e ponta. 72
26. Tornear cilíndrico entre pontas. 76
27. Facear no torno. 80
28. Mandris e buchas cônicas. 84
29.Broca de centrar. 85
30. Fazer furo de centro no torno. 87
31. O uso da broca helicoidal no torno. 90
32. Furar no torno. 93
33. Ferramenta de broquear. 98
34. Tornear cilíndrico interno. 101
5º MÓDULO
35. Tornear cônico usando a espera. 108
36. Ferramenta de sangrar (bedame). 103
37. Sangrar no torno. 116
38. Ferramenta de forma ou de perfilar. 122
39.Perfilar com ferramenta de forma. 125
40. Recartilhas. 127
41. Recartilhar no torno. 130
6º MÓDULO
42. Noções sobre roscas. 135
43. Sistemas de roscas. 137
44. Ferramenta de abrir roscas triangulares. 140
45. Abrir rosca triangular direita externa por penetração perpendicular. 143
46. Abrir rosca triangular direita externa por penetração obliqua. 149
47. Abrir roscatriangular esquerda externa. 155
48. Ferramenta de abrir rosca interna. 159

Apostila sem fins lucrativos de uso interno do ESEI de MARECHAL HERMES.


BIBLIOGRAFIA:

Manual de operação do torno ROMI TORMAX 20/A
Curso de tornearia NUCLEP
Curso de tornearia do SENAI/RJ.
Manual pratico do mecânico / Lauro Salles Cunha editora / Hermes.
Máquinas – Formulário Técnico / A. L.Casillas / editoramestre jou.



NOMENCLATURA


1. TORNO MECÂNICO HORIZONTAL
[pic]
1 – Base
2 – Barramento
3 – Cabeçote fixo
4 – Carro principal
5 – Cabeçote móvel


1.1. Base
Serve de apoio para o cabeçote fixo, carro principal e cabeçote móvel.

1.2. Barramento
Serve de apoio para o cabeçote fixo, carro principal e cabeçote móvel.

1.3.Cabeçote fixo
É o local onde está situada a árvore apoiada nas extremidades por mancais. A árvore tem o formato de um tubo, podendo, desta forma, passar materiais em forma de barras. Na parte da frente da árvore encontra-se o alojamento e forma de cone interno para acoplamento da ponta. Para possibilitar o avanço automático existem dois eixos na parte da frente do barramento:(vara e fuso)

[pic]

1 – vara: transmite o movimento de avanço para tração longitudinal e transversal;
2 – fuso: transmite o movimento de avanço para o corte de roscas;
3 – vara de acionamento: aciona o motor principal;
4 – avental: é onde estão montados o volante do carro principal e a alavanca de engate do fuso e do movimento de avanço para tração longitudinal etransversal;
5 – alavanca de reversão: seleciona o sentido de rotação (horário e anti-horário).


AVANÇO
O avanço é o trajeto em milímetros que a ferramenta percorre durante uma rotação da peça longitudinalmente ou transversalmente.


Cabeçote móvel
[pic]
È utilizado como alojamento para contraponta, broca, escareador e alargador.
Desloca-se no sentido...
tracking img