Torneamento interno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1075 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Torneamento Interno
Com torneamento interno, a escolha de ferramenta e como aplicar é mais importante do que no caso de torneamento externo, já que é restrito pelo comprimento e pelo diâmetro do furo das peças.
Com o mandrilamento (torneamento interno) a escolha da ferramenta é muito restrita pelo diâmetro do furo da peça e pelo comprimento (relação do furo com balanço da ferramenta). Uma regrageral é selecionar uma ferramenta com o menor balanço e com o maior diâmetro possível. Selecionar a ferramenta correta para a operação, aplicar e fixá-la corretamente tem um efeito para manter a deflexão e as vibrações da ferramenta a um mínimo.

* Forças de corte em operações de mandrilamento

Quando a ferramenta está usinando, uma força de corte tangencial e uma radial tentarão defletira ferramenta da peça. A força tangencial tentará forçar a ferramenta para baixo e para fora da linha de centro, o que irá reduzir o ângulo de folga da ferramenta.
Qualquer deflexão radial significa que a profundidade de corte, bem como a espessura dos cavacos, é reduzida, o que pode resultar em tendências a vibrações.

* Deflexão da ferramenta de corte

O tamanho das forças de corte, tantona direção tangencial quanto na radial, é afetado também pelo ângulo de posição da barra de mandrilar, a profundidade de corte, ap, e o raio de ponta da pastilha re.
A deflexão radial afeta o diâmetro do furo usinado e a deflexão tangencial significa que a aresta de corte da pastilha se move para baixo, para fora da linha de centro.
Devem ser considerados três fatores importantes:
1. Geometriada ferramenta
2. Escoamento dos cavacos
3. Requisitos das ferramentas
No torneamento interno, é preferível usar as ferramentas com formato básico positivo, já que elas oferecem menor força de corte comparada às ferramentas com ângulo negativos.
* Escoamento dos cavacos

* O escoamento dos cavacos durante o torneamento interno é crítico para o desempenho e a segurança da operação.* A difícil quebra dos cavacos e os cavacos curtos exigem potência e podem aumentar as vibrações e criar craterizações na ferramenta.
* Os cavacos longos podem também causar problemas para o respectivo escoamento.
* Os cavacos espirais e curtos devem ser o alvo para o torneamento interno.
* Eles são fáceis de transportar e não causam muita tensão na aresta de corte durante a quebrade cavacos.
* As forças centrífugas forçam os cavacos para fora e geralmente os mantém dentro do furo.
* A ferramenta pode pressionar os cavacos na superfície e danificar a peça e a ferramenta.

* Maneiras de melhorar o escoamento dos cavacos

* A refrigeração interna pode ajudar no escoamento dos cavacos.
* O ar comprimido pode ser utilizado no lugar do fluido de corte e,com furos passantes, os cavacos podem ser assoprados pelo fuso.
* Mandrilamento de cabeça para baixo para manter os cavacos longe da aresta de corte.
* Reduzir a velocidade de corte
* Usar a menor cabeça de corte possível para maximizar o espaço para escoamento dos cavacos.

* Material da barra de mandrilar e seus respectivos balanços.

* Diâmetro e comprimento da ferramentaAumentar a rigidez estática da ferramenta de corte também irá tornar possível aumentar a taxa de remoção de cavacos e a produtividade sem problemas de vibrações.
Escolha a barra de mandrilar considerando o comprimento mínimo e o diâmetro máximo para o diâmetro do furo a ser usinado. Toda oportunidade oferecida pela peça para aumentar o diâmetro na ferramenta é importante.

* Fixaçãoconvencional

Para melhor desempenho da barra de mandrilar, o contato - desenho, tolerância dimensional - entre a ferramenta e o porta-ferramentas é importante.
Um suporte sólido é sempre melhor que os parafusos sobre uma barra, já que estes podem danificá-la. Obtém-se a melhor estabilidade com um suporte que se encaixe completamente na barra.
Um suporte de barra em V com parafusos pode ser...
tracking img