Torias contratualistas - hobbes, rousseu, locke

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (593 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Para Hobbes, o único caminho para constituir um poder comum que possa ser capaz de proteger os homens permitindo-lhes viver dignamente e saudáveis pela sua própria atividade, é eleger umapotência ( O Leviatã ) ; e que cada um considere como próprio e se reconheça a si mesmo como autor de qualquer coisa que faça ou promova quem representa sua pessoa, naquelas coisas que concernem à paz e àsegurança comuns; que, ademais, submetem suas vontades cada um à vontade daquele, e seus juízos a seu juízo. Feito isso, a multidão assim unida em uma pessoa se denomina comunidade (Estado) .Rebatendo as ideias de Hobbes, Locke faz referência indireta ao estado de natureza que, segundo ele, "é um estado de perfeita liberdade", sem ser, entretanto, um estado de licença, sendo regido por uma leinatural ; e a razão, que se confunde com esta lei, ensina a todos os homens que, sendo todos igualmente independentes, nenhum deve criar obstáculo a outro em sua vida, sua santidade, sua liberdade eseus bens. Ao contrário, o estado de guerra, de Hobbes, é um estado de ódio e de destruição : a guerra de todos contra todos . Daí, leva-se a percepção da diferença evidente entre os dois. Pois paraLocke os cidadãos não são meros súditos ; eles continuam a ter força no estado, apenas sendo regulamentados pelo soberano .
Já no Contrato Social, Rousseau distende os princípios segundo os quaisse poderiam organizar um pequeno Estado poderoso e próspero convencendo-se de que o homem só foi feliz na época em que vivia sem problemas e inocente como o bom selvagem, em meio a pequenos grupos,numa vida simples e fácil, ocupado com os negócios materiais de existência e com as afeições da família . Depois, quando começou a refletir, o homem inventou a propriedade, que causou a miséria de unse a riqueza excessiva de outros; a desigualdade . A partir disso o homem passa a necessitar de outros para sobreviver . Segundo Rousseau, o contrato resulta da vontade geral, que é uma soma da...
tracking img