Tomografia computadorizada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1514 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO




A Tomografia é um exame realizado na medicina. Derivada dos termos gregos tomos, que significa "volume" expressando aqui a idéia de "uma parte" e grafein que significa "escrever" ou "registrar". É uma técnica assistida por computador, em que dados de diferentes perfis são combinados e calculados para formar imagens "em fatias" dos objetos analisados, sendo comum o seuuso, atualmente, em medicina. Os dados podem ser recolhidos através de diferentes técnicas.


Em 1972 surge no mecado um aparelho de tomografia computadorizada onde uma ampola de raio x com rotação de 180° com feixes que produziam raio x fino,da espessura de um lápis apenas com um ou dois detectores e exigia até 4 minutos e meio para reunir informação suficiente para um corte .Com muitos estudos e aprofudamentos científicos a Tomografia Computadorizada apresentou diversas gerações que foram evoluindo no decorrer dos anos e assim trazendo suas vantagens e desvantagens que continuam sendo grandemente aperfeiçoadas.



















2 TOMOGRAFIA

2.1 A EVOLUÇÃO DA TOMOGRAFIA


A TC baseia-se nos mesmos princípios que a radiografiaconvencional, segundo os quais tecidos com diferentes composições absorvem a radiação X de forma diferente. Ao serem atravessados por raios X, tecidos mais densos (como o fígado) ou com elementos mais pesados (como o cálcio presente nos ossos), absorvem mais radiação que tecidos menos densos (como o pulmão, que está cheio de ar).


A tomografia computadorizada consiste em diversas gerações,aprimeira surgie no ano de 1972 com um detector,cortes de vários minutos,feixe retilínios e tempo de quatro minutos e meio para reunir informação suficiente para um corte.


Em seguida no ano de 1974,na intençao de diminuir a dose de radiação no paciente,surge um aparelho que tem seu feixe colimado em forma de leque,multiplos detectores(30 trinta),ainda com rotação de 180° mas com umavelocidade de giro bem maior,diminuindo o tempo de varredura que ficou entre dez e noventa segundos, surgiu então a segunda gerção de tomógrafos.


Por volta de meados de 1976 início de 1977 surge um novo aparelho,agora com capacidade para um giro de 360° ao redor do paciente,um número ainda maior de detectores(600) e uma colimação melhor no feixe, o paciente e a mesa são então movimentadosformando incremento através da abertura do Gantry que possibilitaram diminuir ainda mais o tempo do exame em torno de um a dois segundos por corte.Então surge a terceira geração de tomógrafos.


Na década de 80 começa a surgir aparelhos que possuiam detectores nos 360° na circunferência do aparelho,totalizando um número entre 2000 e 4000 detectores que dimuiram o tempo doexame,possibilitando um exme de tórax com cerca de 40 cortes a ser realizado em média de 15 a 20 segundos.Surge então a quarta geração de tomógrafos.


Na quinta geração surgiu a tomografia computadorizada helicoidal sua característica básica é poder realizar exames em alguns segundos,quando utiliza a chamada técnica (helicoidal ou espiral).Os cuidados que procedem o exame e as reconstruções das imagens(pós- processamento), entretanto são essenciais e definem suas qualidades.Esses procedimentos pré e pós exames,geralmente consomem mais tempo do que o exame propriamente dito.


A sexta geração surgiu no final da década de 1990 e foi denominada tomografia Computadorizada Multislice, inicialmente com quatro cortes simultâneos,porém continuou progredindo com muita rapidez,e hoje já épossível realizar a aquisição com até 320 canais, tornando-se o que há de mais moderno na área de imagem radiológica por TC para fins diagnósticos. Com essa nova tecnologia é possível prover reconstruções em 3D, MPR (MultiPlanarReconstrucion) ou até mesmo mensurar perfusões sanguíneas.





2.2 COMPOSIÇÃO DE UM APARELHO DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA

Gantry ou Pórtico: a maior parte de um...
tracking img