Tomismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (537 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2. A Filosofia Tomista: A filosofia tomista é por excelência a metafísica ao serviço da teologia. Marcada pela forte influência do pensamento grego aristotélico, patrístico e especialmente latinoagostiniano, árabe e judeu e dos seus predecessores escolásticos, sua filosofia é rica e inovadora, fruto de uma contemplação e reflexão intensa que revolucionou o vocabulário filosófico medieval edispôs a mente humana a argumentar retamente numa ponte que liga as coisas da terra, com as do céu.

(a) A Filosofia Escolástica: No século XIII, o Ocidente Europeu foi o palco de uma Revolução FilosóficaMedieval. A aquisição de novas fontes filosóficas exerceu forte influência sobre a vida intelectual. Do Oriente, as recém-chegadas filosofias árabes e judaicas, juntavam-se à tradição filosóficaplatônica e à vetus logica aristotélica, no Ocidente. Ampliou-se o legado aristotélico com a nova logica e as suas obras cosmológicas, política, ética e metafísica. Neste ambiente, a Escolástica estavamunida de um leque incrível de fontes filosóficas. Logo, o estudo da filosofia aristotélica tomaria lugar de destaque nas universidades medievais, com novas versões e traduções para o latim dos inéditostextos gregos. Na Universidade de Nápoles, por exemplo, estudavam-se até seis anos de filosofia aristotélica, a ponto de ele vir a ser chamado 'o filósofo', hábito que herdou o próprio Tomás de Aquino[1225-1274] ao referir-se, em seus escritos, a Aristóteles. A famosa abertura do Livro I da Metafísica de Aristóteles: Todos os homens tem o desejo natural de conhecer [Met.I,980a 1-2] havia posto emevidência os estudos filosóficos. Neste contexto cresceu e desenvolveu-se o pensamento de Tomás de Aquino.

(b) A Filosofia Tomista: Em virtude da excelência de sua teologia, há que se afirmar aimportância de sua filosofia. Neste sentido, o Aquinate, embora não desejasse ser senão teólogo, foi verdadeiramente um grande filósofo, pois sabia que a razão não contrariaria a fé, se ela fosse...
tracking img