Tirania da felicidade e o mundo do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (352 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia.
Turma: 4° ano Informática Matéria: Filosofia
Aluno: David de Pinho GonçalvesTirania da Felicidade e o mundo do Trabalho

O vídeo exibe uma palestra apresentada pelo professor Luiz Felipe Pondé, que é Pós Doutor na área de filosofia. Durante a palestra, ele expõe suaopnião a respeito da felicidade, da vontade dos seres humanos em estar feliz e da “obrigação” de ser feliz que muitos têm para poder ficar ostentando.
O ser humano possui uma idéia de felicidadebastante equivocada, porque na verdade, ninguém nunca vai conseguir ser totalmente feliz, pois esse sentimento de felicidade surge a medida que vamos conseguindo realizar nossos desejos. Mas, o ser humano éum ser extremamente desejante, por mais que ele tenha, sempre quer algo a mais e acaba virando uma bola de neve, a cada sonho realizado surge outro novo. Assim ele nunca vai se sentir 100% feliz.Outro ponto importante, é que as pessoas estão sempre em busca da tão sonhada felicidade, e que ao mesmo tempo essa felicidade pode trazer muitos sofrimentos, então para ter a felicidade precisar passarpelo sofrimento.
A felicidade está associada por muitos ao dinheiro, o dinheiro está associado ao trabalho, logo, por transição, a felicidade está associada ao trabalho. Na grande maioria das vezesuma pessoa só se sente feliz e realizado profissionalmente quando seu emprego lhe proporciona uma condição financeira boa. Uma pessoa que tem um salário que não dá para sustentar sua famíliaprovavelmente não se sente realizado.
A historia da filosofia em relação a felicidade apresenta cinco fundamentais chaves para discutir. A primeira é o prazer, esta chave diz que a pessoa tem que sentirprazer o tempo todo. A segunda é o desejo, que a felicidade é realizar o desejo. A terceira é a razão, para o homem ser feliz a razão deve acompanha-lo. A quarta é o sofrimento, não há felicidade sem...
tracking img