Tipos de teatros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Tipos de Teatro

Quem é que não gosta de uma boa comedia, ou um drama bem apresentado em cima dos palcos? Quem é que nunca sonhou em fazer uma peça de teatro, ser o destaque do espetáculo, e até mesmo ganhar um premio de reconhecimento pela sua atuação?
Pois é, o mundo do teatro hoje em dia é gigantesco, a quem pensava que no século IV a.C, isso não levaria a nada, hoje em dia quem o vê,enxerga sua imensidão.Aos que sempre acreditavam que tudo partia da arte, hoje vemos que a arte nos submete a momentos de muito prazer.
O teatro é um conjunto de peças, onde cada uma tem seu significado e sua importância, cada conjunto tem um nome, e cada nome um significado.
Conheça alguns Gêneros Teatrais.
* Auto
* Comédia
* Drama
* Farsa
* Melodrama
* Ópera
*Monólogo
* Musical
* Revista
* Stand-up comedy
* Surrealismo
* Tragédia
* Tragicomédia
* Teatro infantil
* Teatro de feira
* Teatro de falado
* Teatro invisível
* Teatro de fantoches
* Teatro de sombras
* Teatro lambe-lambe



TIPOS E FORMAS DE TEATRO
____________________________________
Estudos Literários
 
O Ditirambo era uma dasformas do teatro grego. Tinha como texto a poesia lírica, escrita para ser cantada por um coro de muitos membros e, por vezes, dançada. Realizava-se em cerimônias de homenagem ao deus Dionísio.
Pantomima é a arte de narrar com o corpo. Um tipo de teatro gestual, de origem grega. Na pantomima procura-se fazer o menor uso possível da palavra. Na Antiguidade Romana, eram erguidas enormes tendas, comcapacidade de abrigar quarenta mil pessoas, para as encenações de pantomimas. Utilizando-se da música, um ator mascarado representava todos os papéis.
O Entremés era um tipo de peça teatral de um só ato que se caracterizava pela comicidade e pela brevidade, pois a trama e o conflito eram mínimos. Os personagens oscilavam entre três e cinco e representavam as classes sociais baixas e populares emsituações absurdas e grotescas a fim de provocar o riso fácil. A representação se dava nos intervalos dos atos de uma obra principal.
O Auto também é uma peça teatral em um só ato (auto), e de caráter predominantemente religioso, embora existam obras de temática profana e satírica, mas sempre com preocupações moralizantes. A princípio, eram representadas em solenidades cristãs. Com o surgimentode grandes autores, o "auto" transcendeu essa finalidade, tornando-se gênero autônomo e de alto significado literário.
Os Milagres (dramas litúrgicos) retratavam a vida da Virgem Maria, de Cristo, dos Santos, etc. Nas representações, por vezes, apareciam pessoas a quem os Santos ajudavam ou personagens da época, o que atraia grande interesse público. Com o decorrer do tempo os milagres (aocontrário dos mistérios e das moralidades) não sofreram alterações no conteúdo e na forma de representar, mantendo sempre a forma original, o que levou ao seu abandono progressivo.
Os Mistérios (dramas litúrgicos) tinham como tema principal as festividades religiosas descritas nas Sagradas Escrituras. O Natal, a Paixão, a Ressurreição, a Páscoa, eram os episódios mais frequentemente representados.Às vezes, estas representações duravam vários dias. No início da Idade Moderna, misturou-se, abusivamente, o litúrgico e o profano, o que levou a Igreja proibir a representação dos mistérios.
As Moralidades (dramas litúrgicos) debatiam a questão religiosa sob a ótica do comportamento e do destino final do homem. Tinha um caráter mais intelectual do que os mistérios e os milagres. Em vez deutilizar as personagens da Bíblicas, servia-se de personagens alegóricas como a Luxúria, a Avareza, a Esperança, a Guerra, entre outras. Essas figuras personificavam defeitos, virtudes, acontecimentos, etc., com a intenção de transmitir lições morais e religiosas, e até, por vezes, políticas. Raramente continham sátiras ou pretendiam levantar polêmicas. Mais do que todos os outros tipos de teatro, a...
tracking img