Tipos de pesquisas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4246 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Laboratório de Psicologia Experimental Departamento de Psicologia – FUNREI Disciplina: Modelos de Investigação e Produção em Psicologia

TEXTO 1 B:

TIPOS DE PESQUISA

Autora: Prof. Marina Bandeira,Ph.D.

I - PESQUISA EXPERIMENTAL

A pesquisa experimental visa identificar relações causais entre duas variáveis, através do método experimental. Este método implica em trêsprocedimentos básicos: Provocar deliberadamente variações na ocorrência de uma variável (VI) para verificar se ela é a causa de algum efeito em outra variável (VD). Para se provocar estas variações, nós podemos utilizar um mesmo grupo de sujeitos e nele introduzirmos nossa VI. Em seguida, a retiramos para verificar se sua presença produz um efeito e sua ausência anula este efeito na VD. Variar ou manipularvariáveis significa dispor situações em que a VI está presente e situações em que ela está ausente. Em seguida, compará-las. Uma outra maneira de provocar variações na VI é utilizando dois grupos de sujeitos. Em um grupo, nós provocamos a presença da VI e em outro grupo nós a deixamos ausente. Assim, podemos verificar se a sua presença em um grupo provoca um efeito e a sua ausência no outro gruponão produz o efeito. Quando podemos provar que a presença de uma variável provoca um efeito e que sua ausência é acompanhada da ausência deste efeito, estamos então obtendo uma prova científica de que a VI é a causa do efeito que estamos estudando.
1. VARIAR A CAUSA (VI): 2. CONTROLAR VARIÁVEIS INTERFERENTES: Para provarmos cientificamente que a VI é a variável responsável pelo efeito que observamosna VD, precisamos nos certificar de que não há outras variáveis presentes que poderiam também ser a causa deste efeito. Ou seja, precisamos provar que é realmente a VI a causa mais provável do nosso fenômeno e não outra variável espúria. Para isto, precisamos manter constantes outras variáveis que poderiam interferir com o fenômeno. Ou seja, precisamos controlar as demais variáveis ou isolar seusefeitos, no momento da introdução da VI pelo experimentador. A pesquisa experimental permite o controle prévio destas variáveis pelo fato de que é o experimentador que introduz a VI. Para controlar estas variáveis espúrias, pode-se proceder através da distribuição aleatória dos sujeitos aos grupos, o que serve para distribuir igualmente os erros provocados pelas variáveis dos sujeitos para um eoutro grupo. Uma outra maneira de controlar as variáveis

2

interferentes é igualar os dois grupos com relação às variáveis que acreditamos ser capazes de interferir nos resultados. O método experimental possibilita maior controle de variáveis pelo fato de podermos fazer isto antes da introdução da VI.
3. MEDIR O EFEITO: Além de variar a causa (VI) e manter constantes ou controlar asvariáveis interferentes, o método experimental inclui também medir objetivamente, de maneira fidedigna e válida, o efeito da VI sobre a VD. Ou seja, precisamos medir o fenômeno que estamos estudando com algum instrumento de medida válido e fidedigno para verificarmos se houve realmente o efeito estudado. Temos, portanto, que medir a VD.

II - PESQUISA CORRELACIONAL Muitas vezes nós queremos verificar sehá alguma relação entre duas variáveis, mas por alguma razão, não podemos provocar variações na nossa VI para verificar seu efeito sobre a VD. Neste caso, não podemos fazer pesquisa experimental. Algumas vezes isto não é possível por motivos éticos. Por exemplo, se queremos saber qual é o efeito da queimadura grave (VI) sobre a auto-imagem e auto-estima de crianças (VD), é óbvio que a VI não seráprovocada pelo experimentador. Este irá selecionar crianças que possuam queimaduras e vai medir sua VD, ou seja, o grau de auto-estima. Outras vezes, não se trata de motivos éticos. Às vezes, não se pode provocar variações na VI porque estamos estudando características genéticas ou de personalidade, as quais não se consegue variar. Por exemplo, quando queremos verificar se há uma correlação...
tracking img