Tipos de linguagens

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1604 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO







LINGUAGEM ORAL E LINGUAGEM ESCRITA



Linguagem e comunicação



“Quando se analisa a linguagem publicitária quase sempre se fala em manipulação. Devem considerar que, na realidade, a linguagem publicitária usa recursos estilísticos e argumentativos da linguagem cotidiana, ela própria voltada para informar emanipular. Falar é argumentar, é tentar impor. O mesmo se pode dizer da linguagem jornalística, dos discursos políticos, da linguagem dos tribunais (...). Em todos esses casos, há uma base informativa que, manipulada, serve aos objetivos do emissor. A diferença está no grau de consciência quanto aos recursos utilizados para o convencimento e, nesse sentido, a linguagem publicitária se caracterizapela utilização racional de tais instrumentos para mudar (ou conservar) a opinião do público-alvo.” Nelly de Carvalho, no livro Publicidade – a linguagem da sedução.



A linguagem tem diferentes funções




CONTEXTO

MENSAGEM


REMETENTE----------------------------------------------------------DESTINATÁRIO




CONTATO

CÓDIGO

Ao elaborarmos uma mensagem, dependendo danossa intenção, do sentido que quisermos dar a ela, podemos enfatizar um dos fatores acima, definindo o seu caráter. Daí resultam as funções da linguagem.
Roman Jakobson montou um esquema das funções da linguagem que corresponde ao dos elementos necessários à comunicação:


REFERENCIAL

POÉTICA

EMOTIVA--------------------------------------------------------------------CONATIVA

FÁTICAMETALINGÜÍSTICA

Em uma mesma mensagem verbal podemos reconhecer quase sempre mais de uma função, embora uma delas prevaleça. Como afirma Jakobson:

“Embora distingamos seis aspectos básicos da linguagem, dificilmente lograríamos encontrar mensagens verbais que preenchessem uma única função. A diversidade reside não no monopólio de algumas dessas diversas funções, mas numadiferente ordem hierárquica de funções. A estrutura verbal de uma mensagem depende basicamente da função predominante.” JAKOBSON, Roman. Lingüística e Comunicação. São Paulo: Cultrix, 1984.




A função referencial

A função referencial é a mais comum das funções da linguagem e centra-se na informação. A intenção do emissor de uma mensagem em que predomina essa função é transmitir dados darealidade ao interlocutor de forma direta e objetiva, sem ambigüidades. Essa é a função de linguagem que predomina em textos dissertativos, técnicos, instrucionais, jornalísticos – informativos por excelência.
Como está centrado no referente, ou seja, naquilo de que se fala, o texto em que prevalece a função referencial normalmente é escrito em 3a pessoa, com frases estruturadas na ordem direta elinguagem denotativa.

A função conativa

Quando a intenção do produtor da mensagem é influenciar, envolver, persuadir o destinatário; quando a mensagem se organiza em forma de ordem, chamamento, apelo ou súplica, temos a função conativa.
Para tentar persuadir o destinatário, é preciso, antes de mais nada, falar a língua dele, apelar para exemplos e argumentos significativos em relação asua classe social, a sua formação cultural, a seus sonhos e desejos. Cada leitor deve ter a sensação de que o texto foi escrito especialmente para ele, como se fosse uma conversa a dois. Conativo significa “relativo ao processo de ação intencional sobre outra pessoa.

A função emotiva

Quando a intenção do produtor do texto é posicionar-se em relação ao tema de que está tratando, é expressarseus sentimentos e emoções, o texto resultante é subjetivo, um espelho do ânimo, das emoções, do temperamento do emissor.

A função metalingüística

Quando a preocupação do emissor está voltada para o próprio código utilizado, ou seja, o código é o tema da mensagem ou é utilizado para explicar o próprio código.
Nos textos verbais o código é a língua. Quando, numa mensagem verbalizada,...
tracking img