Tipos de conhecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TIPOS DE CONHECIMENTO
Do senso comum, ao religioso e filosófico.

Adilson Oliveira Amorim
Prof. Thiago Pires Santana
Centro Universitário Leonardo Da Vinci – UNIASSELVI
Licenciatura em Matemática (MAD 0136) – Prática do semestre
22/06/2012

RESUMO

O conhecimento surge com as primeiras civilizações. Primeiro, como ferramenta de adaptação do homem ao meio; segundo, como forma deexplicação da origem da vida e dos mecanismos de funcionamento da natureza. Sendo assim, temos a origem do conhecimento, ligado, em sua essência, às questões de sobrevivência do homem e, num segundo momento, o surgimento de outros tipos de conhecimentos, que evoluem e vão se interrelacionar. É assim a História do conhecimento científico: do senso comum que surge da experiência e da observação, chamadotambém de conhecimento empírico ou vulgar, vai estar presente em todos os tipos de conhecimento, de modo explicito ou implícito. Do conhecimento religioso, que surge após o conhecimento de senso comum, mais relacionado a valores subjetivos, vai ser influência dominante por quase toda a Idade Média, interferindo e detendo o avanço do conhecimento filosófico. Aliás, é este tipo de conhecimento - comotentativa incipiente de ciência - que após um período de conflito com a religião, vai experimentar outro de harmonia, ao se apropriar das idéias de Aristóteles para conciliar a razão e a fé. Ao cair o sistema de pensamento Aristotélico cai também o domínio da religião sobre a filosofia.

Palavras-chave: Tipos de Conhecimento. Conhecimento. Evolução.

1 INTRODUÇÃO

É quando se vem ao mundoque a educação de alguma forma começa. Partindo desse pressuposto, pode-se afirmar: é quando o homem vem ao mundo que o processo de aquisição do conhecimento começa; isso não é dado por opção, é necessidade mesmo, pois, como seria usar a natureza sem conhecê-la?
Para Aquino, Franco e Lopes (1980, p. 58):

Era preciso que conhecesse as propriedades dos diversos elementos encontrados na natureza.Foi tateando, cheirando, ouvindo – enfim, foi experimentando – que pôde saber, por exemplo, que aquelas pedras duras, encontradas em tamanha abundância, quando batidas com força, tinham a propriedade de se rachar em estilhaços mais ou menos grandes, e que, ao serem afiadas com golpes pequenos, podiam servir como facas cortantes, cunhas, armas etc.

Era imperativo que, ao ter noção de suaexistência e da necessidade de manter-se vivo, não havia outra atitude - se não a de interagir com o meio - pois estava, no início da sua caminhada, provavelmente, disputando a sobrevivência na base da cadeia alimentar; sendo presa fácil, só sobreviveu pela capacidade que desenvolveu em aprender com suas experiências. Aliás, todo o edifício da ciência vai ser edificado sobre essa base: a da necessidade,tanto foi assim que os primeiros mitos de criação do universo surgem para responder basicamente as seguintes questões:

FIGURA 1 – AS CINCO QUESTÕES BÁSICAS
- Houve um início de tudo? |
- O universo surge do nada ou como obra de um ou mais criadores? |
- Como surgiu e foi organizado o mundo material? |
- Como surgiram os seresvivos? |
- Como se estabeleceram os costumes, a moral e as leis dos homens? |
FONTE: Ponczek et al. (2002).

As respostas que encontramos, para as perguntas que fazemos, formam o que chamamos conhecimento; acontece que esse conhecimento, ao ser sistematizado, converte-se em um tipo específico de conhecimento que evolui de acordo às possibilidadesmateriais da época, dessa forma, o que se fará aqui é, justamente, apontar a maneira como surgem e evoluem os diversos tipos de conhecimento, particularmente – o conhecimento empírico, vulgar ou senso comum; o religioso; o filosófico – ao final, apontando aquele que maior contribuição deu ao desenvolvimento da humanidade e da ciência.

2 CONHECIMENTO POPULAR

Conforme Santos (2001, p....
tracking img