Tic na sala de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1511 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PARTE 1
O artigo escolhido para análise foi o segundo capítulo “Potencialidades da Internet para a Promoção do Pensamento Histórico” (pp. 13-44), da tese de Mestrado de Hugo Manuel Oliveira Martins, intitulada “A WebQuest como recurso para aprender História: O estudo sobre a significância histórica com alunos do 5.º ano. 2007. Universidade do Minho (online) recuperado a 20 de Novembro de2010.
http://www.portalwebquest.net/TesesWebquest/TESE%20DE%20HUGO%20MARTINS.pdf
Neste segundo capítulo o autor a propósito da integração da internet na escola, começa por sublinhar que “a escola deixou de ocupar o lugar central como única depositária do saber”. E se é verdade que a escola está “desactualizada” a inserção das nova tecnologias nas práticas pedagógicas parece responder àsnecessidades sociais dos jovens e às características da sociedade contemporânea”. Ou seja, há uma “articulação da educação com a Sociedade de Informação, uma vez que se baseia na aquisição, actualização e utilização de conhecimentos”(p.16). Os alunos devem pois ter a oportunidade de experimentar actividades que envolvam a utilização da tecnologia informática na aprendizagem da História. e a par dodesenvolvimento das competências específicas da disciplina desenvolvem-se competências transversais como a autoconfiança, autonomia…” (Martins citando Carvalho, 2003, p.42)
Apesar de algumas resistências iniciais por parte dos professores, sabe-se que o uso de computador traz vantagens na aquisição de conhecimentos e motiva o aluno, tornando-o mais autónomo e responsável pela sua própriaaprendizagem. O autor alerta pois para a necessidade de munir os professores de “skills” necessárias para combater alguns dos obstáculos levantados. A WWW é para muitos alunos uma fonte de acesso ao conhecimento histórico, mas como sublinha”o mero acesso às fontes não ensina” e portanto deve regular a pesquisa da informação que deve chamar a atenção para as palavras-chave a pesquisar. A Web pode serusada como uma”extensão ao manual e à biblioteca da escola”.
A WebQuest a par de outros recursos existentes na Web (Caça ao Tesouro e a Excursão virtual) é uma forma de evitar que os alunos se percam na informação. O autor sublinha a importância que a WebQuest tem tido na formação inicial e contínua de professores. Esta pode ser facilitadora da mudança, já que professores sentem necessidade deexplorar o potencial pedagógico da internet, utilizar novos recursos, e equacionar novas formas de trabalho levando-os a questionar e a reestruturar “as suas concepções e práticas educativas actuais” (Martins cita Costa & Carvalho, 2006, p.40) O autor considera a WebQuest “um dos melhores esforços feitos até hoje na reforma da prática educativa” (p. 30).Criada por Bernie Dodge e Tom March em 1995,WebQuest é uma actividade orientada para a pesquisa em que quase toda ou mesmo toda a informação provém de recursos da internet. Para que funcione correctamente, há aspectos a ter em conta: a estrutura, duração e avaliação. A WebQuest (uma aventura na Web) deve ser encarada como mais uma forma útil de “promover a alfabetização” e quando bem elaborada é auto-suficiente e promove a dinâmica degrupo, a tomada de decisões e a aprendizagem autónoma. E embora, em alguns estudos, se revele algumas dificuldades iniciais dos alunos em se libertarem “preferindo inquerir constantemente o professor essa dificuldade transformou-se em motivo de satisfação no final” (p.43).
Esta, como refere o autor citando March (1998) “é a geração do ponto com” e a Web quando bem usada pode revolucionar aaprendizagem. A WebQuest, acrescenta, contribuiu para o desenvolvimento de cidadãos esclarecidos e funcionalmente integrados na sociedade de Informação.

PARTE 2
Como professora de História e Geografia de Portugal, a escolha deste texto da tese de Hugo Martins (2007) advêm da necessidade que, muitas vezes sinto, que “os alunos olhem a História com outros olhos que a vejam como uma disciplina...
tracking img