The net

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (318 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Reflexão sobre o filme “The Net”, por Paulo Cabral

O filme “The Net” é bem mais que um “thriller” de ação e suspense, na verdade, a mensagem que este filme deixa aos seus espetadores, é umretrato dos perigos inerentes de “surfar” na internet (apesar de achar que foi ficcionado um “pouquinho” de mais).

A evolução tecnológica, tem inúmeras vantagens, facilitando, agilizando eproporcionando, por exemplo, o trabalho a distância, a ligação (in) pessoal a qualquer pessoa, em qualquer lugar a qualquer momento, entre muitas outras situações, atentemos aos perigos edesvantagens que daqui advém.

Este filme aborda todas estas questões e todo este dilema, partindo da personagem Angela Bennet (representada por Sandra Bullock) que é uma competente analista desistemas. Esta personagem retrata bem o que é perder, ou melhor não ter uma vida por detrás do ecrã do computador.

Angela vive completamente isolada do mundo, não “conecta” com ninguém,nem os colegas de trabalho conhece pessoalmente.

É o retrato fiel de uma vida, sem qualquer vida, onde reina o isolamento das pessoas e a invasão da privacidade, feita por meios remotos decontrolo à distância. Somando tudo isto, as pessoas não se vêem, não existem, não têm identidade ou porque nunca a tiveram ou porque nesta escalada da era digital a foram progressivamenteperdendo.

Após a visualização deste filme, penso que para além de equacionar todas as questões descritas supra, fica uma mensagem, aliás um alerta para que há vida para além da tecnologia. Maisque tudo a tecnologia deve estar ao serviço das necessidades do ser humano, não deve ser um motor de desumanização e não pode em circunstância alguma comandar a vida das pessoas em geral e emparticular.

Infelizmente, é isto que tem vindo a acontecer, é hora de parar para repensar a nossa relação com a era digital, sob pena de terminarmos sozinhos entre a multidão ou de sermos...
tracking img