Tga- neoclassica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3220 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DA SERRA GAÚCHA

Curso: Administração
Disciplina: Teorias Geral da Administração I
Professor: Paulo Klafke

Capítulo VI

Abordagem Neoclássica da Administração


Teoria Neoclássica da Administração


Introdução: Ainda que os autores neoclássicos não conseguiram formar uma escola homogênea, e seu movimento ter tido diversas denominações, seus estudos foramunificados como a Teoria Neoclássica. Foi uma das abordagens com ênfase na estrutura das organizações. Ela representa uma retomada da Teoria Clássica, mas redimensionada para os problemas administrativos atualizados, e incorporando contribuições das demais teorias da administração.


Fundamentos da abordagem neoclássica


– A administração é um processo operacional composto por funçõescomo: planejamento, organização, direção e controle;
– A Administração envolve situações organizacionais variadas, necessitando basear-se em princípios básicos preditivos;
– A Administração é uma arte e deve se apoiar em princípios universais, como a Medicina e a Engenharia;
– Os Princípios da Administração são verdadeiros, como os princípios da ciências lógicas e físicas;– A cultura e o meio ambiente físico afetam o ambiente do administrador, mas a teoria da administração não precisa, como ciência ou arte, abarcar todo o conhecimento para fundamentar cientificamente os princípios de administração.
Com estes fundamentos, a Teoria Neoclássica construiu um conhecimento preocupado com a prática administrativa e seus resultados.
Características da TeoriaNeoclássica


a) Ênfase na prática da administração: Os autores neoclássicos desenvolveram seus conceitos valorizando a aplicação prática da teoria, principalmente em relação à ação administrativa. Acreditavam que a teoria somente tem peso quando operacionalizada em situações reais. Este posicionamento é um reflexo do pragmatismo norte-americano. Mesmo não descuidando dos aspectosteóricos, eram muito enfatizando os aspectos instrumentais da administração;
b) Reafirmação relativa dos postulados clássicos: Com as ciências do comportamento, a Administração deixou um pouco de lado os aspectos econômicos e concretos que envolvem a organização. A Teoria Neoclássica buscou retomar estes aspectos, voltando aos clássicos, mas reestruturando-os, com uma abordagem mais flexível.Todos os conceitos, como estrutura, assessoria e departamentalização, são revistos;
c) Ênfase nos princípios gerais de administração: O que os clássicos apresentavam como “leis”, são retomados como critérios elásticos para obter soluções administrativas práticas Os problemas de selecionar pessoas, estabelecer planos e diretrizes, avaliar resultados, coordenar e controlar, são comuns atodas as organizações, seja uma indústria, uma banco ou uma universidade. Estes autores preocuparam-se em estabelecer os princípios gerais, capazes de orientar os administradores em sua função;
d) Ênfase nos objetivos e nos resultados: O fim de qualquer organização não está em si mesma, mas em alcançar se objetivo e produzir resultados, e em função disso deve ser orientada e estruturada.Os objetivos são valores que a organização busca alcançar, e que justificam sua existência, e se não alcançados frustram a razão de ser da organização. A Teoria Neoclássica produziu inclusive um ramo, chamado Administração por Objetivos (APO);
e) Ecletismo da teoria neoclássica: Os autores desta escola, a par de sua base clássica, absorveram as inovações de outras escolas que vieram aseguir, configurando-se como uma teoria eclética, como o próprio administrador da metade do século XX;


Aspectos Administrativos das Organizações

Qualquer instituição é uma organização, e como tal possui um aspecto administrativo. Peter Drucker ressalta três aspectos principais:
– Quanto aos Objetivos: As organizações são meios para a realização de um fim social. Sua...
tracking img