Textualidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1757 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Leia as tirinhas de Maurício de Sousa e assinale aquela que não faz intertexto com histórias infantis:

Resposta a. .

b. .

c. .

d. .

e. .

.1 pontos
Pergunta 2

O provérbio não aparece como base intertextual em que alternativa?


Resposta a. “O velho caindo morto/ Aladim correu ligeiro/ Tirou-lhe do bolso a lâmpada/ E disse muiprazenteiro:/Hoje o feitiço virou/ Por cima do feiticeiro.” (Patativa do Assaré)

b. “As pessoas valem o que vale a afeição da gente, e é daí que mestre Povo tirou aquele adágio que quem o feio ama bonito lhe parece.” (Machado de Assis)

c. “O sertanejo é, antes de tudo, um forte. Não tem o raquitismo exaustivo dos mestiços neurastênicos do litoral.” (Euclides da Cunha)

d. “Daí, sendo a noite,aos pardos gatos. Outra nossa noite, na rebaixa do engenho, deitados em couros e esteiras – nem se tinha o espaço de lugar onde rede armar.” (Guimarães Rosa)

e. “A esperança é a última que morre. Se demorar muito, a esperança acaba enterrada pelo desassossego. Entramos num mato sem cachorro. Cova aberta, chuva incerta. Chuva atrasada, colheita quebrada. Se fugir o bicho pega; se ficar, o bichocome. O melhor é cavucar sem parar. Quem pára, pensa. Quem pensa, sofre. Quem gosta de sofrer?” (GIFFONI, Luís. “A árvore dos ossos”. Belo Horizonte: Pulsar, 1999.)

.1 pontos
Pergunta 3

Leia o anúncio:


Resposta a. Apenas I está correta.

b. Apenas I e II estão corretas.

c. Apenas III está correta.

d. Apenas II e III estão corretas.

e. Todas asalternativas estão corretas.

.1 pontos
Pergunta 4

Ao ler o texto “Intertextualidade: a construção de sentido na publicidade veiculada em outdoor”, deparamos com o termo “dialogismo”, criado por Bakhtin. Na concepção desse estudioso, dialogismo adquire o sentido de:


Resposta a. Conversa entre duas ou mais pessoas.

b. Diálogo existente em novelas e filmes realizados pelaspersonagens.

c. Relação entre dois textos, em que um faz um tipo de remissão ao outro.

d. Relação entre dois falantes da mesma língua.

e. Conversa por telefone ou meio virtual.

.1 pontos
Pergunta 5

No texto “Intertextualidade: a construção de sentido na publicidade veiculada em outdoor”, a autora S. C. Turco menciona a definição de détournement, ainda sem tradução para oportuguês. Tal termo faz referência à intertextualidade que modifica um provérbio. Veja os exemplos de texto em que há provérbio e indique aquele que modifica o provérbio original.


Resposta a. “Há uma expressão de que não gosto, mas que é de uso banal e cotidiano: ‘O mar não está para peixe.’ É a constatação de um tempo adverso.” (Coluna de José Sarney, 11/05/2001)

b. “Zé Cabala,furioso e com o dedo em riste, vociferou:
– Recolha o filhote de equino da perturbação pluviométrica!

Desesperado, o cliente olhou para Gulliver, que traduziu:

– Pode tirar o cavalinho da chuva!” (Coluna de José Roberto Torero, 11/05/2001)


c. “E que nós, jornalistas, comecemos a definir critérios para separar o joio do trigo e impedir a disseminação dessa praga” (serviço precárioda assessoria de imprensa). (Coluna de Luís Nassif, 11/05/2001)

d.
“Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cansa
Está provado, quem espera nunca alcança” (Chico Buarque. Bom conselho.)




e. “Como diz a sabedoria popular: aqui se faz, aqui se paga!” (coluna de Luiz Carlos Mendonça de Barros, 11/05/2001)
.1pontos
Pergunta 6

Leia o texto lançado na internet:
Como seria a história de Chapeuzinho Vermelho na mídia atual?
JORNAL NACIONAL
(William Bonner): Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem.
(Fátima Bernardes): mas a atuação de um caçador evitou uma tragédia.
FANTÁSTICO
(Glória Maria): Que gracinha, gente! Vocês não vão acreditar, mas essa...
tracking img