Texto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O romance O Cortiço, produzido por Aluísio de Azevedo, é a fundamental obra do Naturalismo brasileiro. Através dela o autor traz representações fiéis da ocasião, a qual retrata o Brasil no final do Segundo Reinado, recriando a realidade dos cortiços e a sociedade que o compõe. Assim, O Cortiço é uma obra carregada de características do Naturalismo, entre as quais daremos ênfase aoquadro de cientificismo explorado na narrativa por meio da organização social, diferenças entre espécie, escravidão, mestiçagem e prostituição.A obra traz, de forma evidente, teorias, a exemplo da Teoria determinista que explica como o homem é entusiasmado pelo meio em que vive; a Teoria Darwinista, que diz que somente os mais adaptados conseguem sobreviver; Teoria da evolução espontânea, a qualexplica o crescimento desordenado e a teoria do Zoomorfismo, que traz a comparação do homem como animal. Essas visões científicas permeiam a obra do início ao fim, por meio de confusão de interesses, compreendidos como parte da natureza humana. Percebe-se que o autor apropria-se das teorias para esclarecer os acontecimentos ao transcorrer da narrativa, esclarecendo as influências de comportamento ecaráter que o individuo padece, de acordo com o lugar e o contexto histórico em que está imbuído, tornando-se produto do meio.

O CORTIÇO: OBRA CARREGADA DE CARACTERÍSTICAS DO NATURALISMO
Juciara Luis dos Anjos

O Cortiço é um romance de Aluisio de Azevedo, publicado em 1990. Esseromance descreve uma habitação coletiva repleta de pessoas de baixa renda, na cidade do rio de janeiro, Baixada Fluminense. O narrador é onisciente, em terceira pessoa. As personagens são tipificadas, caricatas, na há protagonistas, salvo o próprio cortiço, que na ausência de uma personagem de maior relevância, toma este posto sem concorrência. Essa obra é reconhecida como naturalista.
Será que noaspecto geral, o Cortiço esta inserido em sua totalidade nesse movimento?A proposta do naturalismo era apresentar a realidade sobre um viés cientificista, fisiológico, biológico, determinista; a realidade humana em sua essência animalesca, instintiva; a realidade nua e crua, sem enfeites, sem adornos. Para isso um texto que se propõe a descrever essa realidade em caráter cientifica, logo objetivo,onde o autor é o cientista, o medico, o texto é o corpo a ser estudado, pesquisado não deveria ser influenciado por uma obra de ficção, pois isso seria duplificar a ficcionalidade de um texto, o distancionamento ainda mais da realidade. O objetivo influenciador no primeiro momento, em primeiro plano inicial teria de ser o da própria realidade que o individuo estar inserido ,porém , Aluisio nãoseguiu esse padrão .Isso compromete a classificação de o Cortiço como romance/naturalista.Aluisio de Azevedo foi influenciado pela obra de Emile Zola ao escrever o Cortiço. O romance de Zola ,assim como o de Aluisio retrata a vida de operários que são inquilinos em habitações coletivas ,lugar parecido como uma vila, com aglomeração de pessoas que vivem quase que miseravelmente, ,entregando-se,apromiscuidade excitada pelo álcool ,evidenciando a degradação que a mistura de raças gera,entretanto,o fator a estimular ,na obra brasileira ,não se encurta ao álcool, mas engloba a outras questões ,e uma delas,sem duvida,é o clima tropical.Alguns personagens se repetem em o Cortiço :como lavadeira,a jovenzinha que vira prostituta ,policial simbolizando caricaturalmente a lei entre outros.O fatodo autor naturalista se valer de um texto literário com base no contexto de outro país ,para dar conta da realidade do Brasil ,poderia ser um fator a descaracterizar o Cortiço como uma obra realista,todavia, como Aluisio teve a maestria de encaixilhar a fonte de criação à problemática brasileira ,o que foi uma obra que suportou conter esses aparência sem descaracterizar o movimento que tinha...
tracking img