Texto narrativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1140 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FILME MAR ADENTRO
1) No Brasil, a constituição federal em seu artigo 5º traz: “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, a liberdade, à dignidade, à segurança e a propriedade, ou seja, para lei brasileira a eutanásia é crime, e concordo com ela, pois se Deus deu avida só ele pode tirá-la.
2) Ramon era marinheiro, mecânico de navios e por isso, viveu maior parte da sua vida no mar, onde ele era muito feliz, o mar fazia parte da sua vida,após o acidente sentiu que o mar tirou lhe a vontade de viver, ou seja, o mesmo que tirar a sua vida.
3) As duas mulheres com quem Ramón se envolveu afetivamente após o acidente foram Rosa e Júlia . A Rosa: jovem simples,que morava na zona rural, entra na vida de Ramón, após vê-lo em uma entrevista na televisão, na qual ele expressa o desejo de morrer, o encontro entre eles é conflituoso, onde ele a chama de mulher frustrada que busca conhecê-lo apenas por piedade, impondo seu pensamento racional: e ele diz que para ser sua amiga, ela deve respeitá-lo, e não julgá-lo e ainda pediu para ela não por nele aesponsabilidade de dar um sentido a sua vida. É justamente esta mulher que o ajudará a cumprir a sua vontade, Rosa, que vai ser solidária a Ramón na opção de dar um fim à vida. A outra é Júlia, a mesma identifica-se com a situação de Ramón e o vê a partir do grave problema de saúde que tem o qual acabará deixando-a em completo estado de demência. O amor impossível entre ambos cristaliza-se na vontade comumde que a morte ocorra no mesmo dia da publicação do livro. É um amor que cresce, não do desejo de viver, mas do desejo de morrer.

4)Segundo o artigo de Carlos Brasil, quando uma pessoa está vivendo em sofrimento, em certo sentido se justifica pedir a morte e que para o sofrimento existem duas dimensões: estar sofrendo com dor física ou perder o sentido da vida, ou seja, um problema físico ouespiritual. No caso do Ramón era por que ele tinha perdido o sentido da vida, a vontade de viver, pois para ele estar vivo e preso a uma cama é o mesmo que estar morto.

5) Para Ramon, o suicídio era como a libertação do corpo de uma existência indigna(cabeça viva e corpo morto), considerava-se como um espírito de um morto falante.

6)Na visão da igreja, a vida é uma dádiva de Deus e só eleserá capaz de dar e tirar a vida de uma pessoa, no filme a visão do padre que também era paraplégico, Ramón só estava pedindo a morte por que ele não era bem cuidado pela família, acusando os familiares do Ramón de falta de amor e cuidados para com ele.

7)Para o pai deRamón a vida é um direito e o entristecia ver o filho querer morrer e ver a vida como uma obrigação, para Ramón o seu maior dilema é sentir-se obrigado a viver , por que a vida é considerada um direito.

8)Tomar um posicionamento sobre a eutanásia é muito difícil, por que a vida é um direito garantido por lei e concebida por Deus, mas diante de algumas situações podemos pensar se a morte nãoseria uma solução para o sofrimento,como no caso dos doentes terminais, por outro lado existem casos que podem usar a justiça para se beneficiar, livrando-se do doente e evidentemente da responsabilidade ou até mesmo para receber herança. Por conseguinte, a meu ver a eutanásia é crime em qualquer circunstância.

9)No caso do Ramón, ele estava consciente e convicto de que queria morrer eestava em plenos poderes das suas faculdades mentais. No caso da Terri Shiavo, ela não podia decidir se queria morrer ou não e o marido tendo ele motivos ou não decidiu por ela, em minha opinião os dois não deveria ter morrido dessa forma, mas esperado a morte natural, pois se Deus deu a vida só ele pode tirá-la.

10) Resenha critica
A vida
Viver a vida: qual a expectativa

Ramón...
tracking img