Testemunha de jeova

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2085 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O QUE É USINAGEM?
Todos os conjuntos mecânicos são formados por muitas peças, tais como eixos, anéis, discos, rodas, engrenagens, juntas suportes, parafusos, carcaças, entre outras. Para que elas estejam adequadas às necessidades para as quais foram fabricadas, devem possuir exatidão de medidas e um determinado acabamento em sua superfície. Com os processos de manufatura industriais épossível fabricá-las de dois modos, ou seja, sem e com produção de cavacos. Define-se cavaco, como sendo a porção de material da peça retirada pela ferramenta, caracterizando-se por apresentar forma geométrica irregular. São exemplos de processos que não produzem cavacos, os metalúrgicos, tais como fundição, laminação, trefilação, etc. Nos processos de conformação, isto é, aqueles que visam conferirà peça a forma, as dimensões, o acabamento específico, ou, ainda, qualquer combinação destes três itens, através da deformação plástica do material (curvamento, dobramento) também não resultam cavacos.Por outro lado, as operações que os produzem, caracterizam todos os processos de usinagem.
Assim, pode-se definir usinagem como todo o processo pelo qual a forma de uma peça é modificada elaremoção progressiva de cavacos ou aparas de material metálico ou não-metálico. Portanto, a usinagem permite:
a) o acabamento de peças fundidas ou conformadas, fornecendo melhor aspecto e dimensões com maior grau de exatidão;
b) possibilidade de abertura de furos, roscas, rebaixos, etc;
c) custo mais baixo porque possibilita a produção de grandes quantidades de peças;
d) fabricação desomente uma peça com qualquer formato a partir de um bloco de material metálico ou não-metálico.
OPERAÇÕES DE USINAGEM
Torneamento
Processo destinado à obtenção de superfícies de revolução com auxílio de uma ou mais ferramentas monocortantes. Para tanto, a peça gira em torno do eixo principal de rotação da máquina e a ferramenta se desloca simultaneamente segundo uma trajetória coplanar como referido eixo. No torneamento, o movimento principal é realizado pela peça.
Aplainamento
Processo destinado à obtenção de superfícies regradas, geradas por um movimento retilíneo alternativo da peça ou da ferramenta. O aplainamento pode ser horizontal ou vertical.

Furação
Processo destinado à obtenção de um furo (em geral cilíndrico), em uma peça, com auxílio de uma ferramentanormalmente multicortante. Para tanto, a ferramenta ou a peça giram e, simultaneamente, a ferramenta ou a peça se deslocam segundo uma trajetória retilínea, coincidente ou paralela ao eixo Principal da máquina.
Alargamento
Processo destinado ao desbaste ou ao acabamento de furos cilíndricos ou cônicos, com auxílio de ferramenta geralmente multicortante. Para tanto, a ferramenta ou apeça giram e a ferramenta ou a peça se deslocam segundo uma trajetória retilínea, coincidente ou paralela ao eixo de rotação da ferramenta.
Rebaixamento
Processo destinado à obtenção de uma forma qualquer na extremidade de um furo. Para tanto, a ferramenta ou a peça giram e a ferramenta ou a peça se deslocam segundo uma trajetória retilínea, coincidente ou paralela ao eixo de rotação daferramenta.
Mandrilamento
Processo destinado à obtenção de superfícies de revolução com auxílio de uma ou várias ferramentas de barra. Para tanto, a ferramenta gira e a peça ou a ferramenta se deslocam simultaneamente segundo uma trajetória determinada.
Fresamento
Processo destinado à obtenção de superfícies quaisquer com o auxílio de ferramentas geralmente multicortantes. Paratanto, a ferramenta gira e a peça ou a ferramenta se deslocam segundo uma trajetória qualquer.
Serramento
Processo destinado ao seccionamento ou recorte com auxílio de ferramentas multicortantes de pequena espessura. Para tanto, a ferramenta gira ou se desloca, ou executa ambos os movimentos e a peça se desloca ou se mantém parada.
Brochamento
Processo destinado à obtenção de...
tracking img