Teste

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O presente trabalho aborda o Liberalismo como uma organização social onde se tem alto grau de liberdade. Porém, apresenta aspectos positivos e negativos, já que a liberdade se dá apenas para um pequeno grupo de pessoas. Destaca também os tipos de liberalismo e seus pensadores.
O Neoliberalismo é visto como um conjunto de idéias políticas e econômicas que defende a nãoparticipação do estado na economia. Assim como suas características, seus pontos positivos e negativos.

LIBERALISMO

Em filosofia política, o que chamamos de Liberalismo é a forma ao mesmo tempo racional e intuitiva de organização social em que prevalece a vontade da maioria quanto à coisa pública, e que esta livre de qualquer fundamento filosófico ou religioso capaz de limitar ou impedir aliberdade individual e a igualdade de direitos.
O liberalismo é um modo de entender a natureza humana e uma proposta destinada a possibilitar que todos alcancem o mais alto de prosperidade de acordo com seu potencial (em razão de seus valores, atividades e conhecimentos), com o maior grau de liberdade possível, em uma sociedade que reduza ao mínimo os inevitáveis conflitos sociais.
É umadoutrina política e econômica que surgiu na Europa, na Idade Moderna. Seu desenvolvimento nos séculos XVII e XIX está associado ao crescimento da classe média. A doutrina política defende o direito do indivíduo como limitado pelas normas e a liberdade, assim como as oportunidades são iguais para todos frente ao poder do Estado. Já a doutrina econômica, defende que o Estado não deve intervir pelo fatode as leis já fazerem parte do processo que estabelece o equilíbrio.
Ao mesmo tempo o liberalismo se apóia em dois aspectos vitais que dão forma a seu perfil: a tolerância e a confiança da razão.

O Liberalismo se baseia em quatro simples premissas básicas:

• Acreditam que o Estado foi criado para servir ao indivíduo e não ao contrário;
• Acreditam na responsabilidadeindividual;
• Acreditam no Estado de direito;
• Acreditam que a sociedade deve controlar rigorosamente as atividades dos governos e o funcionamento das instituições do Estado.

Idéias econômicas em que se baseiam os liberais:

A idéia mais marcante é a que defende o livre mercado, em lugar de planificação estatal. Já na década de 20, o filósofo liberal austríaco Ludwig Von Misesdemonstrou que, nas sociedades complexas, não seria possível planejar de modo centralizado o desenvolvimento, já que o cálculo econômico seria impossível.
Mises afirmou com muita precisão (contrariando as correntes socialistas e populistas da época) que qualquer tentativa de fixar artificialmente a quantidade de bens e serviços a serem produzidos, assim como os preços correspondentes conduziriamao desabastecimento e à pobreza.

O Estado idealizado pelos liberais:

Os liberais são democratas, acreditando no governo eleito pela maioria, dentro de parâmetros jurídicos que respeitem os direitos inalienáveis das minorias. Os liberais preferem o sistema parlamentar de governo, porque este reflete melhor a diversidade da sociedade e é mais flexível no que se refere à possibilidade demudanças de governo quando a opinião pública assim o exigir.

Como os liberais vêem o governo:

Os liberais acreditam que o governo deve ser reduzido, porque a experiência lhes ensinou que as burocracias estatais tendem a crescer, ou passam a abusar dos poderes que lhes são conferidos e empregam mal os recursos da sociedade.

Liberalismo na história

Na antiguidade, na Gréciade alguns séculos antes de Cristo, existiu um regime semelhante ao liberalismo, pelo menos no que diz respeito à livre decisão do povo, através do voto da maioria, nas questões de interesse público. Sendo, porém nessa mesma Grécia, daquela mesma época, que a idéia rival do liberalismo foi ensinada por Platão. Em sua obra A República, ele argumenta que a maioria do povo é ignorante, e não age...
tracking img