Teste

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1368 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Avaliação Bimestral

1º bimestre 2º Bimestre 3º Bimestre 4º Bimestre

Nome___________________________________________ Série_____ Turno________

1) Leia os textos abaixo:
Nunca vi fazer tanta exigência
Nem fazer o que você me faz
Você não sabe o que é consciência
Nem vê que eu sou um pobre rapaz
Você só pensa em luxo e riqueza
Tudoo que você vê, você quer
Ai, meu Deus, que saudade da Amélia
Aquilo sim é que era mulher
Às vezes passava fome ao meu lado
E achava bonito não ter o que comer
Quando me via contrariado
Dizia: "Meu filho, o que se há de fazer!"
Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia é que era mulher de verdade
Ai, que saudade da Amélia,Mário Lago, 1941.
“E sei que meu mandato deve incluir atradução mais generosa desta ousadia do voto popular que, após levar à presidência um homem do povo, decide convocar uma mulher para dirigir os destinos do país”. Venho para abrir portas para que muitas outras mulheres, também possam, no futuro, ser presidenta; e para que --no dia de hoje-- todas as brasileiras sintam o orgulho e a alegria de ser mulher.
Não venho para enaltecer a minha biografia;mas para glorificar a vida de cada mulher brasileira. Meu compromisso supremo é honrar as mulheres, proteger os mais frágeis e governar para todos!”
Discurso de posse da presidente da República Dilma Roussef 01/01/2011
Sessenta anos separam a letra escrita por Mário Lago e o discurso escrito por Dilma Roussef, ambos tratam da condição da mulher, a qual foi evocada de formas distintas.
Lendoa letra da música Ai, que saudade da Amélia e o fragmento do discurso de posse da atual presidente do Brasil, é correto afirmar que:
a) Diferentemente da música, o discurso de Dilma é carregado de um sentimento conservador, característico de uma educação patriarcal tradicionalista.
b) Os versos da música confirmam o grau de emancipação que a mulher obteve desde a década de 1940 e hoje, issose coroa com a eleição de Dilma, igualando-se a Michele Bachelet no Chile e Ângela Merkel na Alemanha.
c) Tanto Mário Lago quanto Dilma ignoraram a condição opressiva que a mulher tem vivido, construindo uma postura utópica sobre a realidade feminina, fato triste, em virtude dos elevados índices de violência que hoje temos.
d) Lago apresenta o discurso engajado ao movimento feminista, duro econtundente ao patriarcalismo, enquanto Dilma buscou uma fala mais diplomática, já que sua coligação política foi composta por segmentos conservadores da sociedade.
e) A visão de Mário Lago condiz com o discurso patriarcal, sendo que ainda hoje o termo “Amélia” virou sinônimo de mulher presa aos afazeres domésticos, enquanto a fala de Dilma apresenta sua eleição como uma simbólica transformaçãosocial: uma mulher eleita presidente do Brasil.

2) Leia a música abaixo :
Varre, varre, varre, varre vassourinha!
Varre, varre a bandalheira!
Que o povo já 'tá cansado
De sofrer dessa maneira
Jânio Quadros é a esperança desse povo abandonado!
Jânio Quadros é a certeza de um Brasil, moralizado!
Alerta, meu irmão!
Vassoura, conterrâneo!
Vamos vencer com Jânio!
Jingle decampanha de Jânio Quadros
A figura de Jânio Quadros se transformou numa peça importante para entender o cenário político que levou o país para o regime militar (1964-1985), pois sua eleição pela UDN em 1961 para presidente foi marcada por (pela):
a) Metáfora da honestidade e lisura (vassoura) x Corrupção (governo JK)
b) Paráfrase (cavaleiro da esperança) X perigo comunista (Jango)
c) Elipse (Opovo tá cansado) X sindicalismo (Jango)
d) Hipérbole (vassoura conterrâneo) X Corrupção (governo JK)
e) Hipérbato (Jânio é a certeza de um Brasil, moralizado) X Corrupção (Jango).
3)"Voltaram à baila os deuses esquecidos, as ninfas esquivas, as náiades, as oréadas e os pastores enamorados, as pastoras insensíveis e os rebanhos numerosos das bucólicas de Teócrito e Virgílio."
(Ronald de...
tracking img