Teste

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1489 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Chegou um fiscal. E agora?
(Contas em revista no 10 - dez.’00-jan.’01)
Ao tomar conhecimento de que um fiscal chegou em sua empresa, o que você faz?
a) Entra em pânico e fica correndo de um lado para o outro, sem saber o que fazer;
b) Tranca-se no banheiro e pede para a secretária dizer ao fiscal
que os responsáveis pela empresa estão num congresso e só retornarão dentro de um ano;
c) Deixao fiscal esperando do lado de fora da empresa ou na recepção
e telefona para seu sócio, seu prestador de serviços contábeis, seu advogado
e qualquer outro que você achar que possa lhe auxiliar;
d) Pede à recepcionista dizer ao fiscal que você está muito ocupado
e não pode atendê-lo agora;
e) Entra em pânico, deixa o fiscal esperando do lado de fora da empresa,
pede para a secretária ligarpara seu assessor contábil
e tranca-se no banheiro, porque você não sabe o que fazer.
Estas alternativas podem parecer absurdas mas, quando o assunto é fiscalização
na empresa, as reações são as mais diversas – e, muitas vezes, adversas.
O fiscal de um órgão federal teve sua entrada em uma empresa negada sob a alegação
de que ele não havia agendado a visita. Depois de insistir por mais
demeia hora, ele foi embora. Quando voltou, estava acompanhado pela Polícia Federal,
com um mandado judicial para entrar na empresa. Com isso, ao contrário
do que se pode pensar, o fiscal não pretendia “provar quem pode mais”. Ele apenas
obedecia à lei, já que o Estado tem não só o poder, mas o dever de fiscalizar
as empresas e não se pode obstruir a ação de um fiscal.
Para orientá-lo sobrefiscalização, Contas em Revista foi conversar
com o delegado do CRC-SP (Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo)
em Santo André, Antonio Razoppi.
CONTAS: É justificado o medo da fiscalização?
RAZOPPI: Eu diria que é comum. Na realidade, ao chegar, a primeira coisa que o fiscal deve fazer
é mostrar sua identificação – e, como existem também os falsos fiscais, é aconselhável que a
empresaprocure checar se, realmente, ele é fiscal. Exceto raras exceções, a fiscalização não vai
invadindo a empresa. A maior parte deixa a notificação e o escritório contábil providencia a documentação para atendê-la. O que acontece é os fiscais observarem a situação e o movimento da
empresa para posterior confronto com a documentação e os registros apresentados.
CONTAS: E ele tem autonomia para fazerisso?
RAZOPPI: Olha, se eu não deixar ele entrar e fazer o serviço, ele pode vir com uma notificação ou
até uma autorização do juíz. Aí, sim. O máximo que ele pode fazer é lacrar todas as gavetas e os
arquivos do C.P.D. até sair a autorização. Por outro lado, sem procurar, ele não vai achar nada.
Então, ele faz somente o serviço dele de busca de informações para comparações posteriores com
adocumentação e os registros.
CONTAS: Quais os tipos de fiscalização a que uma empresa está sujeita?
RAZOPPI: Vamos por partes. Primeiro, tem a municipal, que envolve dois departamentos. Um, de
serviços, que fiscaliza o recolhimento do ISS e a Taxa de Licença. E outro, que dá o deferimento dos
processos de abertura. É este departamento que cobra a falta de documentos e lacra aquele que
nãocumpre com as obrigações.
Na parte estadual, há a fiscalização do ICMS em que o fiscal faz buscas para comparações
posteriores com a documentação e os respectivos registros, baseando-se no Regulamento do ICMS.
Por exemplo, uma empresa pode ser fiscalizada aqui porque forneceu a um cliente de outro Estado ou
cidade que está sendo fiscalizado lá, e existe o confronto com os registros erecolhimentos de impostos em cada localidade. É um tipo de fiscalização de expediente, que eles devem cumprir. Tem

a fiscalização de rua, que é o volante. Por exemplo, o contribuinte pode ser abordado se estiver
transportando mercadoria por via pública – ou ao descarregá-la – para a verificação da documentação
que a acompanha, analisando se foram atendidas as determinações regulamentares do modelo de...
tracking img