Teste do pezinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5975 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ANHANGUERA DE BAURU

TÂNIA REGINA RAMOS MORILHAS
FERNANDA ALVES GOMES

CONSCIETIZAÇÃO DAS MÃES SOBRE O TESTE DO PEZINHO

Bauru
2010
TÂNIA REGINA RAMOS MORILHAS
FERNANDA ALVES GOMES

CONSCIETIZAÇÃO DAS MÃES SOBRE O TESTE DO PEZINHO

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera de Bauru, como requisito parcial para obtenção dotítulo de Bacharel em Enfermagem.

Orientadora: Profª. Ms. Maria Fernanda Leite

Bauru
2010
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
1.1 JUSTIFICATIVA 11
2 OBJETIVOS 12
2.1 Geral 12
2.2 Específicos 12
3 CASUÍSTICA E MÉTODOS 13
3.1 Caracterização do estudo 13
3.2 Local e coleta de dados 13
3.3 Cuidados éticos 14
3.4 Hipóteses e resultados esperados 14
3.5 Planilha de custos 15
4CRONOGRAMA 16
REFERÊNCIAS 17
APÊNDICES 19
ANEXOS.........................................................................................................................22


1 INTRODUÇÃO

De acordo com Mello; Barros; Pinto; Furtado (2009), a atenção à saúde da criança deve ter enfoque no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil, o que inclui dentre outras ações, atriagem de erros metabólicos e problemas passíveis de tratamento precoce, como os detectados pelo teste do pezinho. Essas práticas de saúde constituem os elementos essenciais para proporcionar boas condições de saúde na infância, e envolvem áreas de epidemiologia e de saúde pública que otimizam indicadores de saúde ao longo do tempo, contribuindo com o manejo do processo saúde-doença.
Durante asúltimas três décadas, o rastreamento de doenças metabólicas no período neonatal passou a ser mais bem admitida como importante fator de prevenção de doenças e promoção à saúde infantil (PINTO; RAYMOND; BRUCK; ANTONIUK, 1998).
Conforme Botler; Camacho; ruz; George (2010), triagem significa identificar em uma população assintomática, os indivíduos que estão sob risco de desenvolver determinada doençae que se beneficiariam de investigação adicional, ação preventiva ou terapêutica imediatas. Este procedimento deve ser capaz de alterar a história natural da doença em uma parcela significativa da população elegível. Os autores afirmam ainda que ao tratar de problemas no período neonatal, baseia-se na realização de testes laboratoriais nos primeiros dias de vida do recém-nato, para identificar etratar alguns distúrbios dentro de uma janela de tempo em que é possível evitar sequelas no desenvolvimento da criança.
Ramos et al. (2003) referem que um bom programa de rastreamento neonatal deve cumprir algumas metas, como ampla cobertura populacional, com baixa percentagem de reconvocações ou falso-positivos, e ampliar a possibilidade de combinação com outras doenças passíveis de rastreamento,além de evitar possíveis erros como a demora na coleta, erros técnicos na obtenção e conservação das amostras, erros analíticos, atrasos no diagnóstico e no início do tratamento.
Leão; Aguiar (2008) complementam que o termo “triagem” significa separação, escolha, e salientam que os para que se realize a triagem neonatal (TN), é necessário, portanto, que exista um teste adequado com altasensibilidade (capacidade de identificar corretamente aqueles que têm a doença, ou seja, sem ou com pouquíssimos falso-negativos) e razoável especificidade (capacidade de identificar corretamente aqueles que não têm a doença, ou seja, com poucos falso-positivos).
A TN é um dos vários programas de triagem populacional existentes e atualmente, é empregada tanto para o diagnóstico precoce entre 0 a 28 diasde vida, de doenças genéticas ou erros inatos do metabolismo, quanto de doenças infecciosas (SOUZA; SCHWARTZ; GIUGLIANI, 2002). Esta concepção é referida por Almeida et al. (2006) como um processo que envolve o diagnóstico precoce num período em que a criança não apresenta sintomas, o que pode intervir em seu curso natural, impedindo a instalação dos sintomas decorrentes e sequelas tardias...
tracking img