Tertdfgdf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1915 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
06/03/13

Padrão de Codificação JAVA « Anderson Moreira

Anderson Moreira
CSIN/IFPE Home Disciplinas Guias Projetos Material Aula Vídeos/Fotos Notas Oportunidades RSS

Padrão de Codificação JAVA
Um padrão de codificação visa facilitar o entendimento do código do sistema por qualquer pessoa queconheça e os siga, pois estabelece regras definindo como o código deve ser escrito. Seguir padrões de codificação não é difícil: apenas requer atenção.

ORGANIZAÇÃO DE UM ARQUIVO “.java”
O arquivo tem o mesmo nome da classe pública que o contém. Não se define mais de uma classe por arquivo, exceto para as classes internas. Arquivos com mais de 2000 caracteres devem ser evitados. A linguagem java impõe a seguinte organização ao código fonte: Declaração de pacote; Instrução de importação;Declarações de classes; A seqüência de declarações recomendada nos arquivos é: Comentários de classe; Declarações de pacote; Instruções de importação; Documentação da Classe; Declaração de classes; Variáveis estáticas; Variáveis de instância; Construtores; Métodos;

COMENTÁRIOS DE CLASSE
siep.ifpe.edu.br/anderson/blog/?page_id=950 1/14

06/03/13

Padrão de Codificação JAVA « AndersonMoreira

Todos os arquivos fontes iniciam com um comentário no estilo da linguagem C que lista o nome da classe, versão, data e informações de copyright; Recomendações: Se um arquivo possuir mais de uma classe ou interface, é inserida uma lista com uma pequena descrição de cada classe ou interface que compõe o arquivo;É recomendável uma explicação que justifique a declaração de mais de uma classe por arquivo, pois Java só permite uma classe pública por arquivo, dificultando a busca de classes não públicas; 0 1 0 2 0 3 0 4 0 5 0 6 0 7 0 8 0 9 1 0 1 1 1 2 1 3 1 4 1 5 1 6 1 7 1 8 1 9 2 0 2 1 2 2 2 3 2 4 2 5 2 6 2 7 / * *Nm d cas oe a lse * *Ifraõsd vrã nomçe e eso * *Dt aa * *Cprgt oyih * / *Cinejv let.aa *Vrã: eso vraDAqio *Dt d Ciço:0/920 aa e raã 10/09 *Cprgt()20 CD/FE oyih c 09 ATIP. *CodnçodAaiçoeDsnovmnod oreaã e vlaã eevliet e Tcoois(tp/rioi.feeub) enlga ht:/etraip.d.r *IP -ht:/w.feeub FE tp/wwip.d.r *Mdl *Tdso drio rsrao. oo s iets eevds * *Et sfwr,e cnut cmo dmi mdlsd se otae m ojno o s eas óuo o *DD,fidsnovd cmoojtv d AT o eevlio o beio e *poe a IP isrmno efraetsqe rvr o FE ntuets ermna u *psiiie oeeccod safnã dfndr d osbltm xríi e u uço eiioa e *pltcs sprioa etmlnou poesoíia, uevsr, siuad m rcso *cníu d aaiço mntrmno mdriaã e otno e vlaã, oioaet, oenzço *tasaêca rnprni. * /

DECLARAÇÕES DE PACOTE
Tem que ser a primeira declaração válida; Todas as letras minúsculas; Não devem conter caracteres especiais, como underscores, ou caracteres específicos de um idioma; Segue o padrão de nomeação das URLs, só que invertido. Ex: br.edu.ifpe.reitoria.dadt..INSTRUÇÕES DE IMPORTAÇÃO
siep.ifpe.edu.br/anderson/blog/?page_id=950 2/14

06/03/13

Padrão de Codificação JAVA « Anderson Moreira

Declaração de Importação Ex: import java.awt.peer.CanvasPeer;

DECLARAÇÃO DE CLASSE OU INTERFACE
Começa com letra maiúscula seguida por minúsculas. Exceto nos casos que a sua abreviação seja mais sugestiva que o nome completo; Ex: DVD.java ou XML.javaDevem ser nomeadas como substantivos; O nome da classe é sempre no singular; Quando a palavra for composta, a separação entre elas é feita por uma letra maiúscula; Não se usa artigos, preposições para conectar substantivos e adjetivos, nem caracteres específicos de uma língua como é o caso do “ç” e os acentos da língua portuguesa; Ex: Conta, ContaEspecial, LinkedHashMapA chave de abertura “{” deve aparecer na mesma linha da declaração da classe; Para efeito de legibilidade, sempre que possível, o parâmetro de retorno deve ser movido para o final do método; 1 pbi casDDaaae{ ulc ls VDtbs Documentação de classes ou interfaces usando Javadoc; Cada classe começa com um comentário 1 /*..* * . / descrevendo: O propósito da classe; Instruções de uso;...
tracking img