Terra para rose

Páginas: 80 (19878 palavras) Publicado: 30 de maio de 2013
PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA
UFRJ-POLI

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO ESCOLA POLITÉCNICA 2010

Departamento de Engenharia Mecânica

ÍNDICE 1. ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL, 3 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. Introdução, 3 Das finalidades, 3 Estrutura organizacional, 3 Estrutura acadêmica, 8

2. ORGANIZAÇÃO DOCURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA, 12 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5.Administração acadêmica do curso, 12 Organização didático-pedagógica, 12 Perfil do egresso, 13 Características do curso, 14 Projeto pedagógico do curso, 14 Estruturação, 14 Fluxograma do curso, 20 Ementas das disciplinas, 21 Disciplinas de serviço, 35 Sistema de avaliação do processo acompanhamento acadêmico, 36 de ensino-aprendizagem e

2.5.1. 2.5.2. 2.5.3. 2.5.4. 2.5.5.

3. INFRA-ESTRUTURA DOCURSO, 37 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. Corpo docente, 37 Condições de trabalho, 38 Atuação docente e desempenho profissional, 38 Laboratórios

4. ATIVIDADES DE EXTENSÃO, 41 4.1. 4.2. 4.3. Atividades curriculares suplementares, 41 Equipes de competição, 43 Convênios e intercâmbios, 44

ANEXO A, 45 ANEXO B, 50

2

Departamento de Engenharia Mecânica

1. ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL 1.1. INTRODUÇÃO AEscola Politécnica da UFRJ tem suas origens ligadas ao primeiro curso regular de engenharia das Américas, remontando ao ano de 1792, onde constituía a Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho. O nome Escola Politécnica do Rio de Janeiro teve sua origem no ano de 1874. A Universidade Federal do Rio de Janeiro, instituição de ensino e pesquisa, foi criada pelo Decreto no 14.343 de 7 desetembro de 1920, com o nome de Universidade do Rio de Janeiro, reorganizada pela Lei no 452 de 5 de julho de 1937, sob nome de Universidade do Brasil, à qual foi outorgada autonomia pelo Decreto - Lei no 8.393, de 17 de dezembro de 1945, e atualmente constituída de acordo com o plano de reestruturação aprovado pelo Decreto no 60.455, de 13 de março de 1967, é pessoa jurídica, em forma de autarquia denatureza especial, com autonomia didática, administrativa, financeira e disciplinar, tendo seu estatuto aprovado pelo decreto no 66.536 de 6 de maio de 1970. 1.2. DAS FINALIDADES A Universidade Federal do Rio de Janeiro destina-se a completar a educação integral do estudante, à busca e ampliação dos conhecimentos e à preservação e difusão da cultura, nos seguintes níveis: • • • • • • • • • • • • •Educação básica, através do Colégio de Aplicação; Educação técnica, através da Escola de Música; Educação em nível superior, através das unidades acadêmicas; Educação à distância (semip r ese n cia l ) em nível superior, através de Convênio com as demais Instituições Públicas de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro; Formação e o aperfeiçoamento de nível superior de pesquisadores e deprofessores; Atualização e o treinamento continuado de profissionais técnicos; Pesquisa científica, filosófica e tecnológica; Criação artística, cultural e literária; Difusão da cultura em todos os níveis; Atuação no processo de desenvolvimento do país; Tomada de consciência dos problemas regionais, nacionais e internacionais; Participação formativa e informativa na opinião pública e Fortalecimento dapaz e solidariedade universal.

1.3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL A Universidade Federal do Rio de Janeiro é integrada atualmente, pela Reitoria, Conselhos Superiores, Pró-Reitorias, Centros Universitários, Unidades Departamentos, Órgãos Suplementares, Forum de Ciência e Cultura e a Prefeitura Universitária. 1.3.1. Órgãos de Estrutura Superior A REITORIA é o órgão de direção mais importante daUniversidade. Cabe ao Reitor supervisionar, promover, fiscalizar e coordenar a realização e o desenvolvimento do ensino e da pesquisa, proporcionando aos órgãos coletivos e de execução os elementos necessários ao desempenho de suas funções, na forma da legislação que regula o funcionamento da UFRJ. O Reitor, nos seus impedimentos, é substituído pelo ViceReitor. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSUNI),...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Terras para rose
  • Terra para rose
  • resumo terra para rose
  • Resenha do filme Terra para Rose
  • Resumo documentario terra para rose
  • MOVIMENTO SEM TERRA (MST) “TERRA PARA ROSE” e “CRESCEMOS SOMENTE NA OUSADIA”
  • Trabalho sobre terras para rose e as classes trabalhadoras rurais no brasil conte´mporaneo
  • rose

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!