Terapia reichiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4053 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Abordaremos neste trabalho a vida e obra do austríaco Wilhelm Reich, um dos grandes revolucionários da psicologia contemporânea, que ainda na década de 20, propôs profundas transformações na forma de compreensão da neurose. A obra de Reich é de importantíssima relevância principalmente para as terapias corporais, com relação às quais foi o precursor. Nossoestudo abordará suas principais obras e teorias. Para Wilhelm Reich, a sociedade moderna está fundada na repressão sexual (dos jovens especialmente) e tal repressão cria uma armadura contra o amor, a felicidade e a paz, tanto na sociedade quanto nos indivíduos que a integram. Neste trabalho, encontramos uma esclarecedora visão das idéias daquele que foi o mais radical dos discípulos de Freud e um dosmais combatidos teóricos da psicologia contemporânea. Wilhelm Reich foi discípulo de Freud e membro da Sociedade Psicanalítica suas idéias revolucionarias causaram discórdia. Essa discórdia referia-se principalmente às concepções freudianas do corpo biológico - interpretado intelectuale simbolicamente, sempre submetido a controle pela existência fantasmagoria do inconsciente todo-poderoso, mas incorporificável - e acabou levando à demissão de Reich da Sociedade Psicanalítica, em 1934. Basicamente, Wilhelm Reich desenvolveu uma concepção bioenergética e psicossomática do corpo, na qual adimensão muscular foi especialmente valorizada. Ele prossegue em sua doutrinação conscientizadora esclarecendo os clientes, alunos e correspondentes sobre a repressão à fonte de energia vital que praticada na sociedade pela família e pela educação escolar com o objetivo de criar nos indivíduos a couraça do caráter que os torna dóceis e submissos. E, com suas afirmações radicais, espanta os setoresreacionários da sociedade: "A supressão sexual torna-se um instrumento essencial de escravização econômica". Reich pregava a transformação revolucionária da política do cotidiano como sendo o grande instrumento de luta, acreditando que só a partir do momento em que cada pessoa consciente assumir, no dia-a-dia, a responsabilidade e a açãoem defesa do seu ser biológico e natural, é que os ideais libertários poderão tornar-se realidade.

Biografia

Wilhelm Reich nascido na Galícia Ucraniana, parte do Império Austro- Húngaro que hoje é a Ucrânia. Judeu de origem humilde, filho de camponeses, viveu sua infância isolada pelo fato de ser judeu, não se relacionava com as crianças ucranianas camponeses do local e, por não ser judeupraticante, não se relacionava com as crianças judias que falavam iídiche e tinham outros valores e tradições. Reich sofreu uma grande tragédia familiar na adolescência, descobriu que sua mãe tinha um caso extraconjugal com seu tutor, e ele contou a seu pai, que era um homem muito autoritário e ciumento, sua mãe não suportando a pressão se suicida, Reich tinha 14 anos quando sua mãe morreu, aos17 anos o pai de Reich veio a falecer por conta do ressentimento e da melancolia, e quando estava com 26 anos de idade, seu único irmão morre de tuberculose. Neste meio tempo, em 1916, é recrutado pelo exército austríaco durante a Primeira Guerra Mundial, após perder todos os seus familiares perde também todos os seus bens por conta da guerra. Em 1918, ingressa na Faculdade de Medicinada Universidade de Viena, apresenta-se como aluno brilhante e interessado, participando de seminário de Sexologia e começa a demonstrar interesse por questões sociais sob a ótica Marxista. Em 1920, Reich ingressa na Sociedade Vienense de Psicanálise e se torna discípulo de Freud.
Em 1921, casa-se com Anne Pink, estudante de medicina, também se tornou psicanalista. Com quem permaneceu...
tracking img