Terapia de grupo e a depressão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2007 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TERAPIA DE GRUPO E A DEPRESSÃO

Vidalvina Nantes de Souza
Acadêmica do 6º semestre do
Curso de Psicologia da
UNIDERP ANHANGUERA

RESUMO: Este presente trabalho foi desenvolvido através do estágio que faz parte do 6º módulo do Programa Interinstitucional de Integração Ensino, Serviço e Comunidade – PINESC –do curso de Psicologia da Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Regiãodo Pantanal – UNIDERP. O estágio foi realizado no Centro de Atenção Psicossocial III. Usando o método de pesquisa bibliográfica, o objetivo deste é descrever a respeito da terapia de grupo como forma de tratamento para o fenômeno da Depressão.

Palavras-chave: Depressão. Terapia.

ABSTRACT: The present study was carried across the stage as part of the 6th module Interagency ProgramIntegration Teaching, and Community Service - PINESC-course of Psychology at the University for Development of State and the Pantanal Region - UNIDERP. The stage was performed at the Center for Psychosocial III. Using the method of literature review, this one is intended to describe the respect of group therapy as a treatment for the phenomenon of Depression.
Ouvir
Ler foneticamente
 
Dicionário - Verdicionário detalhado

Keywords: Depression. Therapy.

Introdução

O Programa Interinstitucional de Integração Ensino, Serviço e Comunidade doravante Pinesc – tem como proposta principal a qualificação de profissionais de saúde, que, cumprindo com seu compromisso de atendimento, garantirão a melhoria da qualidade de vida populacional. É um método transversal de ensino e prática.
O PINESCtem como objetivo principal, a inserção dos acadêmicos no mercado de trabalho através dos serviços do SUS. Como objetivos específicos, é fornecer subsídios para a interação do acadêmico na sociedade, ajudar na formação da postura ética do acadêmico, preparar o acadêmico para a atuação em equipe e dinâmica grupal, contribuir para a aquisição do conhecimento teórico e postura clínicasimultaneamente, e mostrar a realidade social nua e crua para formar um profissional consciente e sensível à realidade da maioria.
Formando um grupo de cinco pessoas, freqüentamos semanalmente o Centro de atenção Psicossocial III – CAPS III - durante aproximadamente quatro meses, onde foi observado por um certo período durante o estágio, o trabalho de acolhimento e avaliação realizado pela psicóloga Janine.Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), entre todos os dispositivos de atenção à saúde mental, têm valor estratégico para a Reforma Psiquiátrica Brasileira. É o surgimento destes serviços que passa a demonstrar a possibilidade de organização de uma rede substitutiva ao Hospital Psiquiátrico no país. Os CAPS devem ser substitutivos, e não complementares ao hospital psiquiátrico. Cabe aosCAPS o acolhimento e a atenção às pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, procurando preservar e fortalecer os laços sociais do usuário em seu território.
Os Centros de Atenção Psicossocial começaram a surgir nas cidades brasileiras na década de 80 e passaram a receber uma linha específica de financiamento do Ministério da Saúde a partir do ano de 2002, momento no qual estesserviços experimentam grande expansão. São serviços de saúde municipais, abertos, comunitários, que oferecem atendimento diário às pessoas com transtornos mentais severos e persistentes, realizando o acompanhamento clínico e a reinserção social destas pessoas através do acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.
Os CAPS sediferenciam pelo porte, capacidade de atendimento, clientela atendida e organizam-se no país de acordo com o perfil populacional dos municípios brasileiros. Assim, estes serviços diferenciam-se como CAPS I, CAPS II, CAPS III, CAPSi, CAPSad e recentemente o CAPPT.
Os CAPS III são os serviços de maior porte da rede CAPS. Previstos para dar cobertura aos municípios com mais de 200.000 habitantes, os CAPS...