Teorização do serviço social: documento de sumaré

Karen M. Sgobbi - Serviço Social - UNAERP

TEORIZAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL: DOCUMENTO DE SUMARÉ


Introdução
Os Documentos de Araxá, Teresópolis e Sumaré serviram para estudos deprofissionais reunidos em seminários promovidos pelo Centro Brasileiro de Cooperação e Intercâmbio de Serviços Sociais (CBCISS). Através de estudos pode-se dizer que o Serviço Social preocupou-se comquestões que põe em jogo sua própria existência ou sobrevivência.
Na década de 30, surgiu o modelo franco-belga de tendência assistencialista, o modelo americano, o modelo clínico apoiado em teoriaspsicodinâmicas, que não respondiam ao que a Igreja desejava, tornando à prática de caridade mais racional.
O desenvolvimento econômico e político e o progresso das ciências sociais criaram novassituações problemáticas, através dos seminários buscava-se o reconhecimento da profissão e do ensino de Serviço Social, reconceituação no início dos anos 60. Foi nessa ocasião que o CBCISS propôs um estudoprofundo, por isso realizou-se os três seminários:
 1967 – Araxá-MG: Teorização do Serviço Social
 1970 – Teresópolis-RJ: Metodologia do Serviço Social
 1978 – Sumaré – RJ: Cientificidade doServiço Social

É uma examinação das bases numa percepção maior que a realidade.
Vinte e cinco assistentes sociais reuniram-se no centro de Estudos do Sumaré, no Rio de Janeiro, com objetivo principalde continuar os estudos de teorização de Serviço Social. Desenvolveu-se um processo preparatório, de medidas e estudos, para o seminário, buscou-se conhecer a opinião de diversos assistentes sociais.Assim, desenvolveu-se um processo preparatório e questionamentos, de medidas e estudos, para o seminário que foram:

I-O Serviço Social numa perspectiva do método cientifico de construção eaplicação do Serviço Social.

II-O Serviço Social a partir de uma abordagem de compreensão, ou seja, interpretação fenomenológica do estudo científico do Serviço Social.

III-O Serviço Social a...
tracking img