Teorias x e y

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1130 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TEORIAS X E Y

1. INTRODUÇÃO

As Teorias X e Y foram duas teorias desenvolvidas por Douglas McGregor no seu livro “O Lado Humano das Organizações”, de 1960, para explicar os dois principais estilos de administração até então: As escolas clássicas, que eram baseadas nos ensinamentos de Taylor (Administração Científica, ênfase nas tarefas), Fayol (Teoria Administrativa, ênfase na estrutura)e Max Weber (Teoria da Burocracia, ênfase na organização), e as escolas Humanísticas (ênfase nas pessoas).
As teorias clássicas da Administração eram adotadas por quase todas as empresas no início do século XX, principalmente nos EUA. Devido a sua organização, os EUA se tornaram a maior potência mundial após a Primeira Guerra Mundial. Porém, com a Grande Depressão de 1929, que foi a maior criseeconômica já ocorrida, e as consequentes buscas pelos “culpados” da crise, buscou-se uma nova forma de administrar e assim ganharam força as teorias das Relações Humanas na Administração.
A Teoria das Relações Humanas teve seu início com a Experiência de Hawthorne, em 1927, que pela primeira vez estabeleceu que os trabalhadores não eram influenciados apenas pelas condições de trabalho, mas tambémpelas condições psicológicas.
A partir daí, vários estudos foram realizados para se determinar o que de fato influenciava no trabalho; e vários resultados foram encontrados. A Teoria das Relações Humanas acabou recebendo críticas por sua “ingenuidade” e deu lugar à Teoria Comportamental.
As teorias X e Y nada mais são do que uma oposição ferrenha das teorias dessas duas escolas: A Escolaclássica (chamada de Teoria X) e a Escola das Relações Humanas (chamada de Teoria Y).
McGregor percebeu o grande antagonismo dessas duas teorias e conta-se que ele estava desenvolvendo a Teoria Z, que sintetizava as teorias X e Y, antes da sua morte.

2. TEORIA X

É a concepção tradicional da Administração, caracteriza-se por ter um estilo autocrático (onde apenas um manda) que pretende que aspessoas façam exatamente aquilo que a organização pretende que elas façam, de modo similar à Administração Científica de Taylor, a Clássica de Fayol e a Burocrática de Weber. Baseia-se em convicções errôneas e incorretas sobre o comportamento humano, como, por exemplo:
* O homem é indolente e preguiçoso por natureza;
* Não gosta de assumir responsabilidades e prefere ser dirigido;
*Falta-lhe ambição;
* O homem é fundamentalmente egocêntrico e seus objetivos pessoais opõem-se, em geral, aos objetivos da organização;
* A sua própria natureza o leva a resistir às mudanças;
* A sua dependência o torna incapaz de autocontrole e autodisciplina.

A Administração, segundo a Teoria X, caracteriza-se pelos seguintes aspectos:
* Responsabilidade pelos recursos da empresa(organizar o trabalho no que diz respeito à pessoa, dinheiro, materiais, equipamentos);
* Processo de dirigir os esforços das pessoas (controle das ações para modificar o seu comportamento);
* Políticas de persuasão, recompensas e punição (suas atividades são dirigidas em função dos objetivos e necessidades da empresa);
* Remuneração como um meio de recompensa.

A Teoria X prevê umaliderança formal, rígida, com ameaça, punições e controle severo, enfim uma administração dura e forte.

3. TEORIA Y

É a moderna concepção da Administração, de acordo com a Teoria Comportamental. A Teoria Y baseia-se em concepções e premissas atuais e sem preconceitos a respeito da natureza humana. Seus principais aspectos são:
* O homem médio não tem desprazer inerente em trabalhar,para ele trabalhar é tão natural quanto jogar e descansar;
* As pessoas não são, por natureza intrínseca, passivas ou resistentes às necessidades da empresa;
* As pessoas têm motivação básica, potencial de desenvolvimento, padrões de comportamento adequados e capacidade para assumir responsabilidades;
* O homem não só aceita responsabilidades, mas também as procura;
* As...
tracking img