Teorias existencial-humanistas ii .

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3357 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Tarefa 1

Bibliografia: Torna-se Pessoa, de Carl R. Rogers – Ed Martins Fontes – 1991 -
disponível na biblioteca


Ler o capítulo 1 “Este sou eu” da bibliografia indicada


Localizar no capítulo o Item “Algumas coisas fundamentais que aprendi”.


Identificar nesse item as 14 aprendizagens que Rogers adquiriu em sua
atuação profissional.


a) Elaborar um texto apresentandoseu entendimento sobre cada uma das
14 aprendizagens do autor e como aplicá-las na atuação do psicólogo.

Identifiquei no texto alguns traços exteriores da vida profissional a onde passou milhares de horas trabalhando com os indivíduos que apresentou distúrbios pessoais.

A pessoa falar de suas relações pessoais, valorizando a experiência profissional, do psicólogo o que transforma nasatividades e as convicções íntimas muito antes de ter tomado consciência deles. De uma duvida de aprendizagem dispersa e incompleta. O que leva o ensinamento que aprendeu nas pratica e no seu significado pessoal do psicólogo.
De um lado negativo nas relações com as pessoas que não adianta ajudar quando se tem um outro conceito de pensamentos e atitudes em relações as pessoas, de como agir e de comopensar. Que não adianta falar de um conceito um uma citação se quando a pessoa não se deu conta para essa realidade.
Descobrir que é um ser imperfeito a onde é capaz de ouvir a si mesmo, que também tem todas essas diferença atitude de dizer que as palavras têm a impressão de se manter, mas capaz de se deixar de ser o que é. Que precisamos aceitar de como a gente se comporta perante a sociedade.
Asrelações se tornam reais perante o cliente , a capacidade de aceitar as reações que minhas atitudes provocam , tornando assim capaz de aceitar a alteração da experiência de ensinamento de experiência para o psicólogo. Que tratam sem duvida de uma aprendizagem dispersa e incompleta.
A capacidade de se ouvir a si mesmo quando esta irritado, são todas estas diferentes atitudes são sentimentos quejulga poder ouvir de si mesmo e capaz de ser o que é , que tem a impressão de tornar mais capaz de deixar aceitar o individuo irremediavelmente imperfeito que nem sempre vai atuar como gostaria que atuasse , perante a analise.
Que não podemos mudar , não podemos afastar do que somos enquanto não aceitamos o que somos profundamente, que a mudança parece não se tornar tão percebida.
É saberreconhecer que as minhas atitudes, são os meus limites da minha resistência ou da tolerância de aceitar de fato quem somos, de saber moldar ou manipular as pessoas e reconhecer isso um fato do psicólogo.
A grande importância é permitir compreender uma pessoa , que não precisamos fazer nenhum julgamento, simplesmente ter a compreensão quando alguém exprime seus sentimentos a uma atitude ou uma opinião,é saber o que isso significa para a pessoa o que ela está dizendo sem julgar. Implicar um risco de permitir compreender a sua realidade da outra pessoa é possível que essa compreensão acarrete uma alteração ou medo de mudar. Compreender é fundamental é duplamente enriquecedor.
Importante é que a compreensão dessas pessoas permitem que se modificam , assumir seus próprios temores , ospensamentos estranhos, os sentimentos trágicos e os desânimos, tão bem como os seus momentos de coragem , de bondade , de amor e de sensibilidade . Descobrir que se deu a modificação de nossos sentimentos da nossa própria pessoa. O fato de se compreendido se torna muito importante para o paciente.
É permitir que através da comunicação dos seus sentimentos e a sua percepção do mundo. Conscientes de que acompreensão compensa, reduz as barreiras entre os outros. Que esse é o seu desejo, revelar os mais profundamente, criando uma relação de uma segurança entre paciente e psicólogo uma mais possível comunicação de sensibilidade na compreensão que o vê como ele é para si mesmo e que o aceita como tendo tais percepções e sentimentos que também auxilia.
O que não é nada mais fácil é aceitar...
tracking img