Teorias de skinner

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2809 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cecilia Loes



1) O QUE É DESENVOLIMENTO HUMANO? QUAL A SUA IMPORTÂNCIA?

Desenvolvimento Humano é compreender o homem em todos os seus aspectos, englobando fases desde o nascimento até o seu mais completo grau de maturidade e estabilidade.

É errado pensarmos que o a criança é miniatura de um adulto, para entendermosdesenvolvimento temos que ter uma visão holística, porém partir da seguinte teoria: cada idade tem sua particularidade e deve ser entendida diferentemente das outras. Quando estudamos o desenvolvimento humanos conseguimos compreender o comportamento de cada indivíduo melhor, pois relacionamos suas ações com o perfil esperado para determinada faixa etária.

Os 4 fatores queinfluenciam o desenvolvimento humano são: Hereditariedade, crescimento orgânico, maturação neurofisiológica e meio.



2) COMO FREUD FALAVA DO D.H.?

Freud: Neurologista, representante da psicanálise e da psicologia humanística, sua teoria era PSICOSSEXUAL (sexualidade não designa apenas as atividades e o prazer que decorrem do funcionamento do aparelho genital, mas toda uma série de excitações ede atividades presentes desde a infância, que proporcionam um prazer irredutível a satisfação de uma necessidade fisiológica fundamental, e que se encontram a título de componentes na chamada forma normal de amor sexual). Aprendeu com um neurologista francês o caminho da HIPNOSE e foi atrás desse estudo, criando logo depois uma das bases da técnica psicanalítica: a LIVRE ASSOCIAÇÃO. O paciente éconvidado a falar o que lhe vem à mente para revelar memórias reprimidas causadoras de neuroses.

O INCONSCIENTE: Um receptáculo de lembranças traumáticas reprimidas, um reservatório de impulsos, que constituem fonte de ansiedade, por serem socialmente ou eticamente inaceitáveis para o indivíduo. As motivações inconscientes estão disponíveis para a consciência, apenas de forma disfarçada.Sonhos e Lapsos de linguagem são exemplos dissimulados de conteúdos inconscientes não confrontados diretamente.

ID: é o reservatório inconsciente das pulsões, as quais estão sempre ativas. Regido pelo princípio do prazer, o id exige satisfação imediata desses impulsos, sem levar em conta a possibilidade de consequências indesejáveis.

EGO: funciona principalmente a nível consciente epré-consciente, embora também contenha elementos inconscientes, pois evoluiu do id. Regido pelo princípio da realidade, o ego cuida dos impulsos do id, tão logo encontre a circunstância adequada. Desejos inadequados não são satisfeitos, mas reprimidos.

SUPEREGO: serve como um censor das funções do ego (contendo os ideais do indivíduo derivados dos valores familiares e sociais), sendo a fonte dossentimentos de culpa e medo de punição.

COMPLEXO DE ÉDIPO: Segundo Freud, o núcleo da neurose é o complexo de Édipo. Para ele, todo menino, em torno de quatro a cinco anos, deseja, Inconscientemente, possuir sua mãe e, de algum modo, eliminar seu pai. Mas o temor que sente pelo seu pai e o medo de ser castrado, o reduz a um ser “assexuado”. Esse medo da castração anula definitivamente o complexo deÉdipo e os dois (complexo de Édipo e de castração) representam o ápice do desenvolvimento da sexualidade infantil. De fato, como os desejos incestuosos não são tolerados na maioria das sociedades, o complexo de Édipo não tem outro fim senão o de ser vencido, pelo menos parcialmente pelo complexo de castração.

A ansiedade da castração, o temor e o amor pelo seu pai e o amor e o desejo sexual porsua mãe não podem nunca ser completamente resolvidos.

Na infância todo o complexo é reprimido. Mantê-lo inconsciente, impedi-lo de aparecer evitar até mesmo que se pense a respeito ou que se reflita sobre ele - essas são algumas das primeiras tarefas do superego em desenvolvimento.

Na sua teoria do desenvolvimento humano. Freud considerou o critério...
tracking img